Mercado fechará em 4 h 12 min
  • BOVESPA

    109.393,90
    +291,91 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.508,35
    0,00 (0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,75
    -0,80 (-0,94%)
     
  • OURO

    1.842,60
    0,00 (0,00%)
     
  • BTC-USD

    38.487,85
    -4.249,62 (-9,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    906,69
    +664,01 (+273,62%)
     
  • S&P500

    4.466,98
    -15,75 (-0,35%)
     
  • DOW JONES

    34.725,77
    +10,38 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.480,77
    -104,24 (-1,37%)
     
  • HANG SENG

    24.965,55
    +13,20 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    27.522,26
    -250,67 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    14.772,00
    -69,00 (-0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1509
    +0,0208 (+0,34%)
     

Único eclipse solar total de 2021 é capturado pela Nasa na Antártida

·2 min de leitura
Único eclipse solar total de 2021 é capturado pela Nasa na Antártida
Único eclipse solar total de 2021 é capturado pela Nasa na Antártida

O único eclipse solar total de 2021 aconteceu na madrugada deste sábado (4), mas foi visível apenas na Antártida, continente com escasso povoamento humano. A fase parcial do fenômeno começou às 4h da manhã (horário de Brasília) e durou menos de dois minutos em sua etapa completa, às 4h44, de acordo com a Nasa, encerrando-se às 5h06.

A agência americana transmitiu imagens ao vivo do eclipse, testemunhadas pelos cientistas Theo Boris e Christian Lockwood, da expedição JM Pasachoff. A dupla se encontrava em um ponto de observação na geleira Union, localizada nos montes Ellsworth, na Antártida.

O eclipse solar acontece quando a Lua passa na frente do Sol e tampa a projeção da estrela. Por conta disso, apenas uma porção da Terra ficou na posição onde é viável ver a sombra projetada. O eclipse total foi visto pela Estação Palmer, da National Science Foundation, com 40 pesquisadores, e na fase parcial, pela Estação McMurdo, que possui cerca de 1.200 pessoas — ambas no continente gelado.

De acordo com a Forbes, dois voos panorâmicos pela região também estavam programados: um saindo de Santiago, no Chile, e outro de Melbourne, na Austrália. Os preços variavam entre US$ 6.500 (cerca de R$ 36.720 na cotação atual) e US$ 9.100 (R$ 51.415) a fila (com três assentos).

Eclipse solar total na Antártida
Imagem: Steven McInnerney/Davis Research Station

Próximos eclipses

O eclipse na Antártida foi o último em 2021. O eclipse na Antártida foi o último em 2021. Antes disso, houve um eclipse solar “anular” no Hemisfério Norte, visto em várias cidades da América do Norte.

O próximo eclipse solar acontecerá no dia 30 de abril de 2022 e ficará visível na parte sudeste do Oceano Pacífico e trechos da América do Sul. Outro acontecerá no dia 25 de outubro do mesmo ano e será visível em partes da Europa, nordeste da África, Ásia ocidental e Oriente Médio.

Estes dois, porém, serão eclipses solares parciais, isto é, em que apenas uma parte do Sol é encoberta pela Lua. O próximo eclipse solar total, de fato, é esperado apenas em 2024, cruzando partes da América do Norte e América Central.

Via Space

Imagem: Theo Boris & Christian Lockwood/JM Pasachoff/NASA TV

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos