Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.545,67
    +685,30 (+2,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Ômicron: saiba diferenciar os sintomas em pessoas vacinadas e não-vacinadas

·2 min de leitura

A Ômicron vem se destacando por conta de sua alta transmissibilidade, enquanto os especialistas batalham para compreender o grau de severidade da variante. De qualquer forma, a OMS chegou a alertar que não se deve reconhecê-la como leve. Mas por enquanto, quais sintomas acometem os infectados?

Em entrevista ao jornal norte-americano The Philadelphia Inquirer, a infectologista Judith O'Donnell, do Penn Presbyterian Medical Center, abordou a diferença dos sintomas da Ômicron entre pacientes vacinados e não-vacinados. A médica afirma que, em geral, ainda é possível notar a presença de sintomas já esperados da covid-19, tais como:

  • Febre

  • Fadiga

  • Tosse

  • Falta de ar

  • Perda de olfato e paladar

  • Coriza

  • Náusea

  • Vômito

  • Diarreia

Por enquanto, os relatos indicam que pessoas vacinadas contra a covid-19 não apresentam tanta febre, uma vez infectadas pela Ômicron, algo já esperado pela ciência: quando os pacientes são vacinados e recebem uma dose de reforço, os sintomas em geral são mais leves.

Mas para a médica, a grande questão é se os sintomas da variante em si são realmente mais brandos ou se isso se deve ao fato de que muitos indivíduos infectados com a Ômicron já foram vacinados.

Sintomas da Ômicron em uma pessoa não vacinada

Ômicron: saiba os sintomas em pessoas vacinadas e não-vacinadas (Imagem: photocreo/Envato)
Ômicron: saiba os sintomas em pessoas vacinadas e não-vacinadas (Imagem: photocreo/Envato)

Nos pacientes que não tomaram a vacina contra a covid-19, a especialista descreve que os sintomas apresentam semelhanças com os da Delta e das variantes anteriores: a infecção pode acarretar hospitalização. Nesse caso, a cepa recém-descoberta pode levar até mesmo à morte. Recentemente, o Brasil registrou a primeira morte causada pela Ômicron, inclusive.

Entre os sintomas nos não-vacinados, estão:

  • Febre

  • Dor de garganta

  • Obstrução nasal

  • Coriza

  • Dificuldade de respiração

  • Tosse

  • Dor de cabeça

  • Falta de apetite

  • Fadiga

  • Diarreia e dor abdominal

A Ômicron também é capaz de causar pneumonia naqueles que não tomaram a vacina, pelo que os médicos perceberam, levando um grande grupo de pacientes a ter falta de ar.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos