Mercado abrirá em 3 h 52 min

Ômicron: Pfizer e BioNTech devem lançar nova versão da vacina em outubro

No combate à covid-19, a farmacêutica norte-americana Pfizer e a empresa de biotecnologia alemã BioNTech devem lançar uma nova versão da vacina de mRNA (RNA mensageiro) em outubro, caso recebam aprovação regulatória das agências internacionais de saúde. As fórmulas poderão imunizar contra as cepas da Ômicron, como as subvariante BA.1, BA.4 e BA.5.

"A BioNTech e a Pfizer começaram a fabricar vacinas bivalentes para Ômicron BA.1 e BA.4/5", explica comunicado da empresa alemã, divulgado na segunda-feira (8). No texto, a BioNTech compartilha os seus resultados financeiros do segundo trimestre e atualiza as iniciativas em andamento para os acionistas.

Pfizer e BioNTech podem entregar vacinada da covid atualizada contra a Ômicron em outubro (Imagem: Twenty20photos/Envato Elements)
Pfizer e BioNTech podem entregar vacinada da covid atualizada contra a Ômicron em outubro (Imagem: Twenty20photos/Envato Elements)

Vacina contra a Ômicron pode ser entregue em outubro

"Com a aprovação regulatória pendente, as empresas esperam entregar as vacinas atualizadas em outubro de 2022 e planejam fornecer as duas vacinas a tempo das campanhas de reforço do outono", acrescenta a nota.

"As empresas estão atualmente avaliando vacinas contra a covid-19 adaptadas a variantes, incluindo vacinas monovalentes e bivalentes direcionadas contra subvariantes Ômicron e outras cepas de SARS-CoV-2", afirma a empresa. Em outras palavras, um dos possíveis imunizantes protegerá exclusivamente contra a BA.1, enquanto o outro imunizará contra a BA.4 e a BA.5.

Vale lembrar que, segundo a BioNTech, "em junho de 2022, a FDA dos EUA aconselhou os fabricantes de vacinas a desenvolver vacinas modificadas que adicionam um componente de codificação de proteína de pico Ômicron BA.4/5 à composição atual da vacina para criar um imunizante de reforço bivalente".

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: