Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,82
    +0,21 (+0,24%)
     
  • OURO

    1.797,10
    +4,00 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    36.873,49
    +567,23 (+1,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    833,57
    +14,07 (+1,72%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.713,54
    -93,46 (-0,39%)
     
  • NIKKEI

    26.594,94
    +424,64 (+1,62%)
     
  • NASDAQ

    14.112,00
    +125,25 (+0,90%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0252
    +0,0012 (+0,02%)
     

Ômicron já foi detectada no Brasil e outros cinco países das Américas, diz Opas

·2 min de leitura

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) informou, nesta quarta-feira (8), que a variante ômicron da Covid-19 já foi detectada em seis países das Américas. Em uma entrevista coletiva, a diretora da organização, Clarissa Etienne, pediu que as pessoas se vacinassem e redobrassem os cuidados para evitar novas infecções.

Segundo o balanço da representante da Opas, Argentina, Brasil, Canadá, Chile, México e Estados Unidos relataram casos da nova cepa. Ela alertou que a propagação em outros países é questão de tempo. "A chegada de uma nova variante não significa necessariamente que as coisas vão piorar, mas devemos continuar vigilantes", explicou.

De acordo com Etienne, a variante delta continua sendo a predominante no mundo. Ela insistiu para que as medidas de prevenção continuem a ser respeitadas, principalmente durante o período de festas no fim de ano, propícios para as reuniões familiares, sem máscara e distanciamento social.

Os casos de Covid-19 aumentaram na semana passada no Canadá e em outras regiões do México, como Baja California, bem como no Panamá, Trinidad e Tobago e outras pequenas ilhas do Caribe. Na América do Sul, Bolívia, Peru e Colômbia registram um aumento constante de infecções.

A diretora da organização pediu que os governos se esforcem para acelerar a vacinação na região, onde 20 países ainda não atingiram a meta determinada pela OMS de imunizar 40% da população até o final do ano.

De acordo com a Opas, no ritmo atual, até seis países - Haiti, Jamaica, São Vicente e Granadinas, Guatemala, Santa Lúcia e Granada - não atingirão esse objetivo.


Leia mais

Leia também:
África do Sul divulga primeiro estudo sobre eficácia de vacina contra a ômicron: "melhor do que esperado"
Covid-19: Argentina emite alerta diante do primeiro caso de ômicron no país
Vacina da Pfizer neutraliza variante ômicron após três doses, dizem laboratórios

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos