Mercado abrirá em 3 h 16 min
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,76
    +0,50 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.812,10
    -10,10 (-0,55%)
     
  • BTC-USD

    38.513,26
    -1.028,82 (-2,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    934,85
    -26,05 (-2,71%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.108,11
    +26,39 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    26.194,82
    -40,98 (-0,16%)
     
  • NIKKEI

    27.641,83
    -139,19 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    14.968,75
    +16,00 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1192
    -0,0249 (-0,41%)
     

Órgão australiano pede que AirTags sejam mantidas longe de crianças

·2 minuto de leitura
Órgão australiano pede que AirTags sejam mantidas longe de crianças
Órgão australiano pede que AirTags sejam mantidas longe de crianças

A Comissão de Concorrência e Consumo (ACCC), órgão ligado ao governo australiano, recomenda aos pais que mantenham suas AirTags longe do alcance de crianças, por preocupação com a saúde dos infantes.

Segundo a entidade, a preocupação vem da possibilidade – ainda que remota – de crianças engolirem a bateria que energiza o dispositivo de localização da Apple. Segundo as especificações técnicas do aparelho, o modelo usado é o CR2032, um tipo comum de bateria de íon-lítio.

Leia também

De acordo com o órgão australiano, as AirTags até contam com travas de proteção contra o acesso de crianças, mas ainda assim, reconhece que um risco reduzido ainda é um risco. Caso uma criança consiga remover a bateria (que não é fixa à carcaça do dispositivo) e a engula por acidente, há uma boa chance de ela ficar alojada na garganta e começar a vazar.

O resultado disso é o espalhamento de lítio pelos tecidos da garganta e região, queimando-os e causando danos por vezes irreparáveis.

Existem padrões internacionais que impedem que crianças tenham acesso livre a certos produtos – como remédios, por exemplo. O mais conhecido é o “aperte e gire”, disposto na maior parte dos produtos com tampa. As AirTags da Apple seguem alguns desses padrões, mas a ACCC afirma que soltar essa trava requer apenas um empurrão bem leve – algo que crianças podem perceber em um momento de curiosidade.

Veja o comunicado da entidade na íntegra, além do vídeo acima:

“A ACCC urge aos pais que se certifiquem de que suas AirTags sejam mantidas longe do alcance de crianças, já que nós já levantamos preocupações com a própria Apple sobre a acessibilidade e segurança do botão [que solta a] bateria dentro do produto.

A ACCC está preocupada com a possibilidade de que o compartimento da bateria seja acessível a bebês e crianças, e o botão da bateria seja removido com facilidade. Mais além, a tampa do compartimento de bateria da AirTag nem sempre se trava por completo durante seu fechamento, já que um som característico indica que a tampa esteja fechada, sugerindo que ela esteja segura quando, na verdade, pode não estar.

Nós também estamos acionando outras entidades [em outros países] no que tange à segurança das AirTags, e pelo menos uma organização internacional de regulamentação de segurança também está examinando o produto neste momento.

Nós ressaltamos que a Apple já adicionou um alerta dentro da embalagem da AirTag. Entretanto, apenas isso não ataca as preocupações fundamentais sobre crianças serem capazes de acessar as baterias desses dispositivos”.

Como de praxe, a Apple não respondeu às preocupações da ACCC.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos