Mercado abrirá em 7 h 45 min

Índices europeus caem pelo 3º dia; acordo entre Capgemini-Altran impulsiona ações de tecnologia

(Reuters) - Os índices acionários europeus estenderam as perdas pelo terceiro dia consecutivo nesta terça-feira, em meio a crescentes tensões entre Estados Unidos e Irã e ansiedade sobre a relação comercial entre EUA e China, mas ganhos nas ações da Capgemini e Altran por um acordo de aquisição de vários bilhões euros ajudou a limitar as perdas.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,12%, a 1.510 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,1%, a 383 pontos, com a maioria dos índices europeus encerrando em queda.

O sentimento permaneceu frágil após três semanas de sólidos ganhos que recuperaram quase todas as perdas das vendas generalizadas de maio, o que resultou no pior desempenho mensal das ações regionais em mais de dois anos.

Na expectativa por notícias sobre as negociações comerciais esperadas para o fim desta semana, o sentimento sofreu um novo golpe depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou um decreto impondo sanções ao líder supremo do Irã e outras autoridades.

O FTSE de Londres subiu ligeiramente, uma vez que as ações de energia e matéria-prima compensaram as perdas da maior parte dos outros setores devido ao aumento dos preços do cobre e do petróleo.

O setor de tecnologia subiu 0,4%, na esteira da compra pela Capgemini de sua rival Altran por 3,6 bilhões de euros.

A Capgemini subiu 8,4% e registrou o melhor dia em seis anos e meio, enquanto a Altran saltou 21,2% e teve o maior ganho intradia em 16 anos.


Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,08%, a 7.422 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,38%, a 12.228 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,13%, a 5.514 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,73%, a 21.128 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,36%, a 9.159 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,44%, a 5.062 pontos.