Mercado fechado

Índices da China sobem após corte da taxa de empréstimo interbancária

XANGAI (Reuters) - Os índices acionários da China fecharam em alta nesta segunda-feira, em meio à expectativa dos investidores de mais medidas de estímulo para sutentar a economia após corte da taxa de empréstimo interbancária.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 0,8%, enquanto o índice de Xangai terminou com alta de 0,62%.

O banco central da China cortou inesperadamente uma importante taxa de empréstimo nesta segunda-feira, primeira redução em mais de quatro anos e um sinal aos mercados de que as autoridades estão prontas para agir para sustentar o crescimento.

Analistas dizem que o corte inesperado nesta segunda-feira também mostra que o banco central está disposto a aliviar as preocupações dos investidores de que uma inflação mais alta no varejo o impedirá de adotar novas medidas de estímulo.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,49%, a 23.416 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,35%, a 26.681 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,62%, a 2.909 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,80%, a 3.907 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,07%, a 2.160 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,64%, a 11.599 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,61%, a 3.258 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,40%, a 6.766 pontos.