Mercado fechado

Índices da China recuam após lucros industriais caírem em outubro

HONG KONG (Reuters) - Os índices acionários da China recuaram nesta quarta-feira uma vez que dados fracos de lucro industrial destacaram a crescente pressão sobre a economia, compensando a declaração do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de um acordo comercial inicial com Pequim está próximo.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,41%, enquanto o índice de Xangai teve perdas de 0,13%. Por outro lado, a maioria dos outros mercados asiáticos teve alta diante das expectativas de um acordo.

O subíndice do setor financeiro caiu 0,3%, o de consumo perdeu 0,1% e o índice imobiliário recuou 0,9%.

Os lucros das empresas industriais da China encolheram em outubro no ritmo mais forte em oito meses, de acordo com dados oficiais.

Os lucros industriais caíram 9,9% em outubro na comparação anual, para 427,56 bilhões de iuanes (60,74 bilhões de dólares), na maior queda desde o período de janeiro-fevereiro e comparado com recuo de 5,3% em setembro.

Trump disse que os EUA estão na "fase final" do trabalho sobre um acordo que pode acabar com 16 meses de guerra comercial com a China, mas também destacou o suporte de Washington aos manifestantes em Hong Kong.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,28%, a 23.437 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,15%, a 26.954 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,13%, a 2.903 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,41%, a 3.875 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,31%, a 2.127 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,61%, a 11.647 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,24%, a 3.215 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,93%, a 6.850 pontos.


(Reportagem de Noah Sin)