Mercado abrirá em 4 h 40 min
  • BOVESPA

    118.328,99
    -1.317,41 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.810,21
    -315,50 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,44
    -0,69 (-1,30%)
     
  • OURO

    1.861,20
    -4,70 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    31.706,79
    +1.139,08 (+3,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    626,52
    +16,53 (+2,71%)
     
  • S&P500

    3.853,07
    +1,22 (+0,03%)
     
  • DOW JONES

    31.176,01
    -12,37 (-0,04%)
     
  • FTSE

    6.715,42
    -24,97 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    29.508,39
    -419,37 (-1,40%)
     
  • NIKKEI

    28.631,45
    -125,41 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    13.347,00
    -48,50 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5080
    -0,0004 (-0,01%)
     

Índices da China recuam após lucros industriais caírem em outubro

HONG KONG (Reuters) - Os índices acionários da China recuaram nesta quarta-feira uma vez que dados fracos de lucro industrial destacaram a crescente pressão sobre a economia, compensando a declaração do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de um acordo comercial inicial com Pequim está próximo.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 0,41%, enquanto o índice de Xangai teve perdas de 0,13%. Por outro lado, a maioria dos outros mercados asiáticos teve alta diante das expectativas de um acordo.

O subíndice do setor financeiro caiu 0,3%, o de consumo perdeu 0,1% e o índice imobiliário recuou 0,9%.

Os lucros das empresas industriais da China encolheram em outubro no ritmo mais forte em oito meses, de acordo com dados oficiais.

Os lucros industriais caíram 9,9% em outubro na comparação anual, para 427,56 bilhões de iuanes (60,74 bilhões de dólares), na maior queda desde o período de janeiro-fevereiro e comparado com recuo de 5,3% em setembro.

Trump disse que os EUA estão na "fase final" do trabalho sobre um acordo que pode acabar com 16 meses de guerra comercial com a China, mas também destacou o suporte de Washington aos manifestantes em Hong Kong.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,28%, a 23.437 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,15%, a 26.954 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,13%, a 2.903 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,41%, a 3.875 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,31%, a 2.127 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,61%, a 11.647 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,24%, a 3.215 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,93%, a 6.850 pontos.

(Reportagem de Noah Sin)