Mercado fechará em 16 mins
  • BOVESPA

    106.555,45
    +192,35 (+0,18%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.547,22
    -167,38 (-0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,62
    -0,04 (-0,05%)
     
  • OURO

    1.802,30
    +3,50 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    59.607,38
    +668,93 (+1,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.450,65
    +31,27 (+2,20%)
     
  • S&P500

    4.590,05
    +38,37 (+0,84%)
     
  • DOW JONES

    35.651,97
    +161,28 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.249,47
    -3,80 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    25.555,73
    -73,01 (-0,28%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.746,00
    +158,75 (+1,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5495
    +0,1248 (+1,94%)
     

Índices da China perdem mais de 1% com temores sobre impacto da Evergrande

·1 minuto de leitura
Telão na Bolsa de Valores de Xangai

XANGAI (Reuters) - Os principais índices de ações da China caíram mais de 1% nesta quinta-feira, com os papéis de imobiliárias e bancos liderando as perdas em meio a receios de que os problemas financeiros da endividada incorporadora China Evergrande Group desencadeariam um amplo contágio.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1,2%, enquanto o índice de Xangai teve queda de 1,3%.

As ações da China Evergrande listadas em Hong Kong despencaram 6,4%, para seu menor nível em uma década, à medida que a empresa enfrenta uma crise de liquidez em meio às restrições de Pequim ao setor inflado. A agência de classificação Fitch alertou que um "default" da Evergrande poderia expor vários setores a um risco de crédito elevado.

O índice imobiliário do CSI300 cedeu mais de 3%. Tanto o Goldman Sachs quanto o JPMorgan alertaram sobre os riscos de contaminação do setor imobiliário chinês mais amplo.

Já o índice bancário perdeu 1% em meio a temores de que os problemas da Evergrande poderiam resultar em mais empréstimos inadimplentes.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,62%, a 30.323 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,46%, a 24.667 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,34%, a 3.607 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,22%, a 4.807 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,74%, a 3.130 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,43%, a 17.278 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,19%, a 3.064 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,58%, a 7.460 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos