Mercado abrirá em 1 h 4 min

Índices chineses fecham 3° dia de alta com suporte do BC

XANGAI (Reuters) - Os índices acionários da China ampliaram sua alta para a terceira sessão consecutiva nesta terça-feira, com os investidores comemorando a mais recente flexibilização de Pequim para impulsionar a economia depois que uma pesquisa privada mostrou crescimento lento no setor de serviços doméstico.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,62%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,54%.

O banco central da China cortou a taxa de juros de seu instrumento de empréstimo a médio prazo (MLF) nesta terça-feira pela primeira vez desde o início de 2016, conforme as autoridades trabalham para impulsionar uma economia em desaceleração atingida pela demanda mais fraca no país e no exterior.

O corte foi informado depois que a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit mostrou que a atividade do setor de serviços da China expandiu no ritmo mais lento em oito meses em outubro.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,76%, a 23.251 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,49%, a 27.683 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,54%, a 2.991 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,62%, a 4.002 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,58%, a 2.142 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,75%, a 11.644 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,38%, a 3.248 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,15%, a 6.697 pontos.