Índice medido pelo HSBC mostra alta no setor de serviços

O índice de gerente de compras (PMI) Brasil, calculado pelo HSBC, referente ao setor de serviços subiu de 53,5 em dezembro para 54,5 em janeiro, alcançando o nível mais elevado desde fevereiro de 2012. Com isso, o PMI composto subiu de 53,2 para 54,9, no período, o que indica que a atividade econômica está se expandindo no ritmo mais elevado em 11 meses.

"Como esperado, a economia brasileira parece ter iniciado 2013 experimentando recuperação, ainda que modesta", comenta, o economista-chefe no HSBC Brasil, André Loes, em nota. No entanto, acrescenta ele, choques negativos sobre a confiança do empresário causados, por exemplo, pelo debate público a respeito dos riscos de racionamento de energia "ainda constituem fator de risco importante".

O PMI HSBC Serviços do País mostra que vem sendo registrado um aumento de produção no setor por cinco meses consecutivos. Segundo o banco, tanto os fabricantes quanto os provedores de serviços indicam aumentos fortes, como o crescimento se acelerando em ambos.

Os dados de janeiro mostram ainda um grau de otimismo no setor brasileiro de serviços, como tem acontecido ao longo da história das séries. "Apesar de forte, o grau de sentimento positivo se igualou ao mais fraco registrado até então nos 71 meses de coleta de dados", completa a nota do HSBC.

Carregando...