Mercado abrirá em 52 mins

Índice do Japão salta e apaga perdas desde o choque de dezembro do BC

Painel eletrônico com dados do índice Nikkei em corretora de Tóquio

TÓQUIO (Reuters) - O índice acionário japonês Nikkei fechou em uma máxima de mais de um mês nesta terça-feira, recuperando todas as perdas desde que o Banco do Japão fez um ajuste inesperado no mês passado, com as ações de tecnologia acompanhando a força de Wall Street.

O índice Nikkei subiu 1,46% para fechar em 27.299,19 pontos, seu maior nível de fechamento desde 16 de dezembro.

O ajuste inesperado da política monetária pelo Banco do Japão em 20 de dezembro para ampliar a banda de negociação do rendimento dos títulos do governo de 10 anos havia derrubado o índice.

Mas o Nikkei está em tendência ascendente desde que o banco central manteve sua política ultrafrouxa na reunião da semana passada. Ele avançou 4,62% até agora este mês e deve registrar o maior ganho mensal desde outubro.

Wall Street fechou de um dia para o outro em alta acentuada, alimentada pelo aumento das ações de tecnologia à medida que os investidores iniciaram uma semana de ganhos com um entusiasmo renovado por ações líderes de mercado que foram agredidas no ano passado.

O fabricante de equipamentos para chips Tokyo Electron subiu 2,04%, enquanto a Advantest saltou 3,11%.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,46%, a 27.299 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG permaneceu fechado.

. Em XANGAI, o índice SSEC não teve operações.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, não abriu.

. Em SEUL, o índice KOSPI permaneceu fechado.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX não teve operações

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES ficou fechado.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,44%, a 7.490 pontos.