Mercado abrirá em 8 h 43 min
  • BOVESPA

    121.632,92
    -168,08 (-0,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.134,93
    -60,47 (-0,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,16
    +0,07 (+0,10%)
     
  • OURO

    1.800,10
    -5,00 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    40.123,90
    +648,64 (+1,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    988,04
    +12,14 (+1,24%)
     
  • S&P500

    4.429,10
    +26,44 (+0,60%)
     
  • DOW JONES

    35.064,25
    +271,55 (+0,78%)
     
  • FTSE

    7.120,43
    -3,43 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    26.206,75
    +2,06 (+0,01%)
     
  • NIKKEI

    27.818,56
    +90,46 (+0,33%)
     
  • NASDAQ

    15.168,25
    +0,50 (+0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2057
    -0,0025 (-0,04%)
     

Índice Global de Acesso à Nutrição 2021 pede que a indústria de alimentos aborde urgentemente a lacuna nutricional na era da COVID-19

·2 minuto de leitura

UTRECHT, Holanda, July 01, 2021--(BUSINESS WIRE)--Access to Nutrition Initiative (ATNI) lançou seu Índice Global 2021, avaliando os 25 maiores fabricantes globais de alimentos e bebidas do mundo, e suas contribuições para lidar com a desnutrição. Embora algumas empresas tenham mostrado um progresso significativo desde a última iteração em 2018, o progresso dos 10 principais fabricantes do ranking diminuiu. A ATNI está convocando as empresas com urgência para que intensifiquem os esforços para enfrentar alguns dos desafios de nutrição mais difíceis do mundo.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20210701005311/pt/

Global Access to Nutrition Index 2021 Final Ranking (Graphic: Business Wire)

A desnutrição sob qualquer forma afeta todos os países do mundo, contribuindo para milhões de mortes e que pessoas estejam em risco de doenças relacionadas à dieta. Em 2019, 690 milhões de pessoas (8,9% da população global) foram considerados desnutridos, e com os efeitos econômicos da COVID-19 estamos vendo ainda mais pessoas enfrentando extrema pobreza e as consequências do excesso de peso e doenças relacionadas à dieta.

Wendy Morton, ministra da FCDO para os países vizinhos da Europa e as Américas, disse: "Damos a bem-vinda ao lançamento do Índice deste ano, especialmente porque a COVID-19 piorou os níveis de desnutrição e a disponibilidade de alimentos em todo o mundo. Temos uma oportunidade única de abordar isso de forma que beneficie a todos. Para ajudar a acelerar nossa recuperação global da pandemia, devemos responsabilizar as maiores empresas de alimentos e bebidas do mundo".

Inge Kauer, diretora executiva da ATNI, acrescentou, "Cada um dos 25 maiores fabricantes de alimentos e bebidas, devem assumir a responsabilidade de oferecer produtos saudáveis aos consumidores em todo o mundo e não abandonar a nutrição. Essa não é uma tarefa pequena – mas é algo que requer ação urgente se quisermos cumprir com o Sustainable Development Goals para acabar com a fome no mundo e garantir boa saúde e bem-estar".

Destaques e classificações

Todas as empresas foram avaliadas em seus compromissos, práticas e divulgação – com relação à governança e gestão, a produção e distribuição de produtos saudáveis, baratos e acessíveis e como as empresas influenciam as escolhas e o comportamento do consumidor.

  • A pontuação média permaneceu a mesma de 2018: 3.3/10.

    • Nestlé liderou o ranking de 2021 com uma pontuação de 6.7. A empresa alcançou o terceiro lugar no ranking em todas as categorias e ficou em primeiro lugar em ‘Governança’ e ‘Engajamento’.

    • Unilever ficou em segundo lugar com 6.3 e FrieslandCampina terceiro com 5.9.

    • Arla mostrou uma grande melhoria de 3.3 em 2018 para 5.1 em 2021, em grande parte devido a uma nova política de rotulagem, políticas de marketing responsáveis e uma melhoria na salubridade de seu portfólio de produtos.

    • Meiji subiu quatro posições, devido, em parte, à incorporação de uma estratégia de nutrição em sua visão de CSR e novas políticas voltadas para o marketing para crianças e rotulagem.

  • Apenas 31% dos produtos atenderam ao padrão de saúde independente (uma avaliação por estrelas de saúde de 3,5 estrelas ou mais). Isso equivale a 11.797 dos 38.176 produtos distintos vendidos pelas 25 empresas no mundo todo.

    • Apenas cinco empresas tiveram metade ou mais de seus produtos atingindo o limite saudável de 3,5 estrelas.

    • Nove empresas melhoraram o HSR médio de seus produtos entre 2018 e 2021.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20210701005311/pt/

Contacts

Tom Dockar-Drysdale

Ket-Lon-ATNI@ketchum.com

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos