Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.563,51
    +4.188,09 (+7,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Índice de frete marítimo amplia rali e tem máxima de 12 anos

·1 minuto de leitura
Navio do tipo capesize no Estreito de Cingapura

(Reuters) - O principal índice de frete marítimo da bolsa do Báltico subiu para uma máxima de 12 anos nesta segunda-feira, impulsionado por taxas mais altas em todos os segmentos de navios.

O índice geral, que considera fretes para embarcações capesize, panamax, supramax e handysize, subiu 29 pontos para 4.304, o maior patamar desde 24 de novembro de 2009.

Os analistas têm citado que o mercado de frete de granéis sólidos vem sendo impactado por restrições ao transporte global e por uma recuperação geral na demanda por commodities. O índice capesize aumentou 67 pontos, ou 1%, para 6.487, um pico desde dezembro de 2009.

O panamax subiu pela oitava sessão consecutiva, adicionando 12 pontos, ou 0,3%, para 3.916, o maior nível em mais de dois meses.

(Por Ashitha Shivaprasad)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos