Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.777,57
    +1.411,74 (+4,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Índice fecha quase estável com reforma tributária ainda em foco

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou praticamente estável nesta segunda-feira, com a recuperação das ações da Ambev contrabalançando o declínio dos papéis da Vale e de bancos, enquanto agentes financeiros continuaram calculando os reflexos de medidas fiscais propostas pelo governo federal na segunda fase da reforma tributária.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa encerrou com variação positiva de 0,03%, a 127.298,94 pontos, de acordo com dados preliminares, tendo alcançado 126.628,95 pontos na mínima da sessão e recuperado momentaneamente o patamar dos 128 mil pontos na máxima.

O volume financeiro no pregão somava 24 bilhões de reais.

(Por Paula Arend Laier)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos