Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,47
    +0,32 (+0,47%)
     
  • OURO

    1.812,80
    -1,70 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    39.799,30
    +1.357,82 (+3,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    981,48
    +54,71 (+5,90%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.534,94
    +108,39 (+0,41%)
     
  • NIKKEI

    27.678,79
    +94,71 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.093,25
    +19,75 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1154
    -0,0029 (-0,05%)
     

Índice fecha em alta após indicador de confiança bater máxima em 21 anos

·2 minuto de leitura
Mulher caminha em frente à Bolsa de Valores de Milão

Por Sagarika Jaisinghani e Ambar Warrick

(Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta terça-feira, depois de dados mostrarem que o sentimento econômico melhorou acentuadamente em junho, enquanto a fabricante de roupas esportivas Adidas impulsionou o índice alemão após anunciar um novo plano de recompra de ações.

O índice pan-europeu STOXX 600 encerrou com ganho de 0,3%, a 456,37 pontos. O sentimento econômico da zona do euro atingiu uma máxima de 21 anos em junho, com um programa de vacinação constante permitindo a reabertura de várias economias neste ano.

Embora os dados não tenham levado em consideração a nova e altamente contagiosa variante Delta do coronavírus, a melhora no sentimento levou investidores a comprar setores com maior probabilidade de se beneficiarem da recuperação econômica.

As ações de produtos químicos subiram 0,9%, enquanto papéis de empresas de automóveis e de serviços financeiros também estiveram entre os melhores desempenhos do dia.

"Somente em maio de 2000, no auge do boom das pontocom, vimos um sentimento econômico mais positivo do que agora... A reabertura das economias está causando um impulso sincronizado para a produção e otimismo sobre os próximos meses entre indústria, serviços e consumidores", escreveram analistas do ING em nota.

As ações alemãs tiveram o melhor desempenho regional. A Adidas subiu 2,5%, para uma máxima recorde, depois de a fabricante de roupas esportivas informar que vai lançar um novo programa de recompra de ações no valor de 550 milhões de euros (654 milhões de dólares).

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,21%, a 7.087,55 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,88%, a 15.690,59 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,14%, a 6.567,43 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,52%, a 25.357,36 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,02%, a 8.915,10 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,07%, a 5.083,39 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos