Mercado abrirá em 3 h 14 min
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,42
    +1,16 (+1,75%)
     
  • OURO

    1.781,40
    -2,50 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    48.236,26
    -1.328,97 (-2,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.233,67
    -208,09 (-14,43%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.172,81
    +50,49 (+0,71%)
     
  • HANG SENG

    23.349,38
    -417,31 (-1,76%)
     
  • NIKKEI

    27.927,37
    -102,20 (-0,36%)
     
  • NASDAQ

    15.758,75
    +41,00 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3739
    -0,0214 (-0,33%)
     

Índice europeu fecha estável com perdas em ações industriais compensando ganhos em commodities

·1 min de leitura
Bolsa de Valores de Frankfurt

Por Anisha Sircar e Ambar Warrick

(Reuters) - As ações europeias fecharam perto da estabilidade nesta segunda-feira, uma vez que ganhos de bancos e setores vinculados às commodities foram compensados por perdas nas ações industriais --desencadeadas pela alta dos rendimentos dos títulos-- e pela deterioração das perspectivas para o setor de telecomunicações.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou praticamente inalterado, a 472,21 pontos, com preocupações sobre o aumento da inflação e desaceleração do crescimento econômico também pesando.

As ações de mineração e energia subiram 1,8% e 1,0%, respectivamente, impulsionadas pelos preços do petróleo em máximas em vários anos, bem como pela recuperação dos preços do cobre depois de uma queda nos estoques chineses alimentar expectativas de mais compras.

O aumento dos rendimentos dos títulos, impulsionado pelas expectativas de aperto da política monetária nos EUA e no Reino Unido, beneficiou as ações de bancos, com o setor subindo 0,8%, para uma máxima em mais de dois anos.

Mas as taxas mais altas dos títulos pesaram sobre os setores industrial e de serviços públicos, uma vez que fazem com que os retornos futuros dos setores, em grande parte vinculados a dividendos, pareçam menos atraentes.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,25%, a 7.222,82 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,36%, a 15.599,23 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,31%, a 6.712,87 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,92%, a 26.815,79 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,16%, a 8.920,90 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,65%, a 5.736,55 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos