Mercado abrirá em 8 h 14 min

Índice europeu fecha em baixa com queda em ações no Reino Unido; bancos sobem

Por Sruthi Shankar

Por Sruthi Shankar

(Reuters) - As bolsas de valores europeias fecharam em queda nesta segunda-feira, depois que o índice FTSE do Reino Unido --com forte peso de empresas exportadoras-- recuou devido à valorização da libra, enquanto as vendas em setores defensivos, como saúde e serviços públicos, diminuíram os ganhos iniciais dos mercados.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,25%, a 1.519 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,28%, a 386 pontos.

Mais cedo, o STOXX chegou a subir 0,2%, com dados positivos das exportações alemãs e esperanças de estímulo pelo Banco Central Europeu (BCE).

A queda no índice encerrou uma série de ganhos de três dias, com as ações do FTSE 100, de foco internacional, caindo 0,6%, após ganhos na libra por causa do otimismo de que o Reino Unido não sairá da União Europeia (UE) sem um acordo.

No entanto, investidores permaneceram ansiosos sobre a reunião de política do BCE que acontecerá na quinta-feira, quando o banco central deve anunciar uma nova onda de estímulo monetário.

O índice bancário --o de pior desempenho neste ano entre os principais subsetores-- subiu 2,2% nesta segunda-feira, para uma máxima em mais de um mês.

O STOXX 600 se recuperou de mínimas em quase oito anos atingidas em meados de agosto, em meio a uma ampla recuperação, com a esperança de uma solução para a disputa comercial entre Estados Unidos e China e com os investidores moderando as expectativas de medidas agressivas de flexibilização pelo BCE.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,64%, a 7.235 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,28%, a 12.226 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,27%, a 5.588 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,19%, a 21.989 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,23%, a 9.010 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,05%, a 4.966 pontos.