Mercado abrirá em 9 h 5 min

Índice acionário alemão cai mais de 2% após interrupção no fornecimento de gás russo

Salão da Bolsa de Valores de Frankfurt

Por Shreyashi Sanyal e Devik Jain

(Reuters) - O DAX, da Alemanha, recuou mais de 2% e liderou as quedas entre os índices de ações europeus nesta segunda-feira, depois que a Rússia parou de fornecer gás através do gasoduto Nord Stream 1 para a Europa, provocando preocupações sobre a alta dos preços da energia e escassez no inverno na região.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em baixa de 0,62%, a 413,39 pontos, enquanto o alemão DAX registrou seu maior declínio percentual diário em mais de uma semana.

A Gazprom anunciou na sexta-feira que o principal gasoduto para a Alemanha permanecerá fechado indefinidamente, contra expectativas de retomada do fornecimento no sábado, após três dias de trabalhos de manutenção.

O CEO da Uniper, a maior importadora alemã de gás russo, disse que Berlim pode considerar o racionamento de gás.

"Nesse caso (de racionamento), a recessão já esperada devido ao aumento maciço dos preços da energia seria muito mais grave", escreveram economistas do Commerzbank em nota.

Os ministros de energia dos países da União Europeia vão se reunir em 9 de setembro para discutir opções para conter a alta dos preços da energia, incluindo tetos de preços para o gás e linhas de crédito de emergência para participantes do mercado de energia, mostrou um documento visto pela Reuters.

As ações de energia estavam entre os poucos setores que tiveram ganhos na Europa, com alta de 2,2% em meio ao avanço dos preços do petróleo. [OU]

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,09%, a 7.287,43 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 2,22%, a 12.760,78 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,20%, a 6.093,22 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 2,01%, a 21.480,19 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,88%, a 7.862,70 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve estabilidade, a 6.004,36 pontos.