Mercado fechado
  • BOVESPA

    126.003,86
    +951,08 (+0,76%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.897,79
    +629,34 (+1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,18
    +0,11 (+0,15%)
     
  • OURO

    1.798,10
    -3,70 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    37.930,77
    +3.523,48 (+10,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    901,26
    -14,22 (-1,55%)
     
  • S&P500

    4.422,30
    +10,51 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    35.144,31
    +82,76 (+0,24%)
     
  • FTSE

    7.025,43
    -2,15 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    26.192,32
    -1.129,66 (-4,13%)
     
  • NIKKEI

    27.833,29
    +285,29 (+1,04%)
     
  • NASDAQ

    15.118,25
    +20,25 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1096
    -0,0120 (-0,20%)
     

Índia reformula política de reserva de petróleo para impulsionar interesse privado, dizem fontes

·1 minuto de leitura
Instalação de petróleo em Mangala, na Índia.

Por Nidhi Verma

NOVA DELHI (Reuters) - A Índia decidiu comercializar metade de suas atuais reservas estratégicas de petróleo (SPRs, na sigla em inglês) em busca de aumentar a participação privada na construção de novas instalações de armazenamento, afirmaram duas fontes do governo à Reuters nesta quinta-feira.

A mudança na política foi aprovada este mês pelo gabinete federal, disseram as fontes. Permitir a comercialização espelha um modelo adotado pelos países como Japão e Coreia do Sul, que permitem que companhias privadas, principalmente grandes empresas, reexportem petróleo.

A Índia, terceiro maior importador e consumidor de petróleo do mundo, adquire no mercado externo mais de 80% de sua necessidade de petróleo e construiu um armazenamento estratégico em três lugares do sul do país para estocar mais de 5 milhões de toneladas de petróleo, para proteção contra interrupções no fornecimento.

Entidades privadas que alugam o armazenamento serão permitidas a reexportar 1,5 milhão de toneladas de petróleo armazenado nas cavernas no caso de empresas indianas se recusarem comprar o petróleo, conforme as fontes.

Indian Strategic Petroleum Reserves Ltd, a empresa encarregada da construção dos SPRs, terá permissão para vender 1 milhão de toneladas de petróleo para compradores locais, acrescentaram as fontes.

(Por Nidhi Verma)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos