Mercado fechado

Índia pode começar a vacinação contra a COVID-19 já em fevereiro

Natalie Rosa
·1 minuto de leitura

A população da Índia pode começar a se vacinar contra a COVID-19 em fevereiro do ano que vem, segundo o cientista local Rajni Kant. A candidata à imunização é a vacina Covaxin, desenvolvida pela empresa farmacêutica Bharat Biotech, junto ao Conselho Indiano de Pesquisa Médica.

Kant revelou à imprensa que a vacina já vem mostrando ser eficaz e que, caso haja a comprovação na última fase, as doses devem estar disponíveis ainda no primeiro trimestre de 2021. Além disso, vai depender do Ministério da Saúde da Índia a distribuição de emergência das doses antes mesmo da conclusão dos testes da fase 3. A Covaxin deve ser a primeira vacina indiana a ser distribuída.

<em>Imagem: Reprodução/Thirdman/Pexels</em>
Imagem: Reprodução/Thirdman/Pexels

A fase 3 vem acontecendo desde setembro em 25 localidades em cerca de 10 a 12 estados indianos, com duas doses sendo aplicadas em cada voluntário. O objetivo é vacinar entre 25 mil a 26 mil voluntários, sendo cerca de mil participantes por hospital. Atualmente, a capacidade de fabricação é de 200 milhões de doses, com planos de futuramente chegar a 500 milhões.

Harsh Vardhan, ministro da Saúde da Índia, revelou em setembro que o governo vinha cogitando a concessão de uma liberação emergencial das vacinas, priorizando idosos e pessoas que trabalham na linha de frente na área da saúde. O país conta com 1,3 bilhão de habitantes, contando com 8,3 milhões de casos da COVID-19 e 124.315 mortes até então.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: