Mercado fechará em 2 h 4 min
  • BOVESPA

    119.587,38
    -474,61 (-0,40%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.059,68
    +192,06 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,39
    +0,04 (+0,07%)
     
  • OURO

    1.781,60
    -11,50 (-0,64%)
     
  • BTC-USD

    53.627,20
    -2.174,52 (-3,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.253,38
    +10,33 (+0,83%)
     
  • S&P500

    4.128,96
    -44,46 (-1,07%)
     
  • DOW JONES

    33.751,89
    -385,42 (-1,13%)
     
  • FTSE

    6.938,24
    +42,95 (+0,62%)
     
  • HANG SENG

    28.755,34
    +133,42 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.188,17
    +679,62 (+2,38%)
     
  • NASDAQ

    13.782,00
    -137,25 (-0,99%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5620
    -0,1400 (-2,09%)
     

Índia fecha o cerco e quer proibir circulação de criptomoedas no país

Felipe Ribeiro
·1 minuto de leitura

O governo da Índia está fechando o cerco contra as criptomoedas e já prepara projetos de lei para impedir a circulação do ativo no país. Segundo a Reuters, o alto escalão da administração indiana quer criminalizar a posse, emissão, mineração e transferência de criptoativos, sugerindo, inclusive, a prisão de quem desobedecer a essas recomendações.

Essa medida aparece na esteira da agenda previamente divulgada pelo governo local, que ocorreu em janeiro desse ano. A Índia trabalhava para ter sua própria criptomoeda, porém, exigindo que as demais em circulação fossem banidas. No entanto, segundo as fontes ouvidas pela Reuters, isso não deve ocorrer tão cedo, o que deve fazer com que o governo, primeiro, retire a "concorrência" da jogada.

As autoridades estão confiantes na aprovação do projeto de lei, já que o governo do primeiro-ministro, Narendra Modi, detém uma maioria confortável no parlamento. Se a proibição se tornar lei, a Índia será a primeira grande economia a tornar ilegal a retenção de criptomoedas. Mesmo a China, que proibiu a mineração e o comércio, não penaliza a posse.

Primeiro-Ministro indiano, Narendra Modi, quer proibir criptomoedas na Índia/ Imagem: Adnan Abidi/ Reuters
Primeiro-Ministro indiano, Narendra Modi, quer proibir criptomoedas na Índia/ Imagem: Adnan Abidi/ Reuters

Em 2019, um painel do governo indiano chegou a sugerir pena de até 10 anos de prisão por quem fizesse qualquer movimentação com criptomoedas, sinal de que o tema está em pauta no país há algum tempo. Na Índia, apesar das ameaças de proibição do governo, os volumes de transações estão crescendo e 8 milhões de investidores agora detêm 100 bilhões de rúpias (US$ 1,4 bilhão) em investimentos criptográficos, de acordo com estimativas do setor.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: