Mercado abrirá em 3 h 7 min
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,07
    -0,54 (-0,74%)
     
  • OURO

    1.765,40
    +8,70 (+0,50%)
     
  • BTC-USD

    47.779,62
    -239,33 (-0,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.220,29
    -13,00 (-1,05%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.041,82
    +14,34 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.490,50
    -27,25 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2050
    +0,0202 (+0,33%)
     

'É o que temos para hoje', diz presidente do Bradesco sobre pressão inflacionária e escalada dos juros

·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO/ SP, BRASIL, 02-12-2019: Octavio de Lazari, CEO do Bradesco no Almoço de Confraternização dos Dirigentes de Bancos..   (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO/ SP, BRASIL, 02-12-2019: Octavio de Lazari, CEO do Bradesco no Almoço de Confraternização dos Dirigentes de Bancos.. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente do Bradesco, Octávio de Lazari, afirmou que os recentes eventos climáticos ainda devem ter efeitos na inflação e que é esperado pelo mercado que o Banco Central (BC) faça uma nova elevação da taxa básica Selic nesta quarta-feira (4).

"É o que temos para hoje", disse Lazari em entrevista a jornalistas.

"Tudo o que aconteceu levou a este cenário e ainda devemos ter algum respingo neste ano por conta do clima que estamos enfrentando, com mais pressão inflacionária por conta do preço dos alimentos."

Para Lazari, o ideal, dado o atual cenário, é que as taxas permanecessem abaixo dos dois dígitos.

"Em função do desemprego e dos fechamentos que tivemos na pandemia, é importante que os juros ficassem mais baixos para que as pessoas, ao longo do tempo e com prazos maiores, possam pagar suas dívidas", disse o executivo.

"É um desafio importante que o BC e nós, enquanto banco, temos pela frente, principalmente para darmos condições para as empresas voltarem a produzir e para que o brasileiro consiga passar por esse momento ainda difícil", disse o executivo.

A Selic começou o ano em 2%. No entanto, a taxa está em alta desde março e, segundo a maior parte dos analistas e dos agentes de mercado ouvidos pelo último boletim Focus, a taxa básica deve terminar 2021 em 7% ao ano -há um mês, as projeções eram de 6,50%.

O relatório também projetou que a inflação deve encerrar 2021 em 6,79%. A previsão era de 6,07% há quatro semanas. Algumas instituições, porém, já trabalham com a perspectiva de que a inflação possa terminar o ano na casa de 7%.

Para a reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), cuja decisão deve sair nesta quarta (4), a aposta dos analistas é que o Banco Central determine um aumento de 1 p.p. (ponto percentual) na taxa básica, elevando a Selic para 5,25% ao ano.

A expectativa é, ainda, que a autoridade monetária também sinalize um aumento semelhante para a reunião seguinte, que deve acontecer entre 21 e 22 de setembro.

Além dos recentes eventos climáticos, com geadas na região Sul do país que resultaram em perdas no campo, o Brasil também vive um momento de descompasso entre a oferta e demanda de alguns insumos e a desvalorização cambial do real em relação ao dólar -ambiente que também acaba pressionando a inflação.

"É um fato, temos pressões inflacionárias. Mas acredito que o Banco Central tem todos os instrumentos de política monetária necessários para debelar essa inflação", disse Lazari.

O Bradesco reportou um lucro de R$ 6,3 bilhões no segundo trimestre deste ano, um aumento de 63,2% em relação ao observado no mesmo período de 2020.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos