Mercado abrirá em 2 h 7 min

É normal sentir ansiedade no Ano Novo? Saiba como lidar com isso

O Ano Novo se aproxima, mas algumas pessoas encaram essa mudança de ciclo com mais ansiedade do que empolgação. Isso porque a fase é inevitavelmente relacionada a planos para o futuro, resoluções e até mesmo reflexões acerca do passado, despertando incertezas e preocupações. Mas o que os especialistas dizem sobre essa sensação? É normal?

Segundo a psicóloga norte-americana Catherine Hallissey, a ansiedade do Ano Novo pode acontecer por uma série de fatores que vão desde o prático — como horários sobrecarregados, tempo prolongado com a família, pressão sobre as finanças — até o questionamento existencial.

A especialista explica que muitas pessoas se sentem pressionadas a fazer do próximo ano o "melhor ano de todos", o que pode levar a uma crise de ansiedade antes mesmo de o ano começar. Enquanto isso, outras pessoas podem se sentir frustradas por não terem alcançado tudo o que queriam no ano passado, o que também pode resultar em ansiedade.

Ansiedade no Ano Novo

Os especialistas afirmam que a calmaria nas atividades após o Natal também pode contribuir para nos deixar ansiosos e nervosos, levando em conta que os dias anteriores a 25 de dezembro tendem a ser movimentados e cheios de ação, mas os dias seguintes podem ser bastante lentos e sem intercorrências. Esse contraste repentino pode ser perturbador.

Saber a causa da ansiedade de Ano Novo é o primeiro passo para lidar com isso, e a melhor maneira de enfrentá-la é arranjar algum tempo para si mesmo e usar para fazer algo que você goste. Manter seu autocuidado regular também é importante. Os psicólogos recomendam, ainda, não colocar muita pressão sobre si mesmo durante um período do ano já desgastante. Segundo esses especialistas, é preciso resistir ao impulso de fazer resoluções, pois elas são uma maneira altamente ineficaz de fazer mudanças.

O que é ansiedade?

Ansiedade no ano novo pode ser desencadeada por fatores práticos ou mesmo existenciais (Imagem: Kayla Koss/Unsplash)
Ansiedade no ano novo pode ser desencadeada por fatores práticos ou mesmo existenciais (Imagem: Kayla Koss/Unsplash)

O Ministério da Saúde define a ansiedade como "aflição, angústia, perturbação do espírito causada pela incerteza, relação com qualquer contexto de perigo". Trata-se de um fenômeno que, em determinadas ocasiões, pode beneficiar, considerando que estimula o indivíduo a entrar em ação. No entanto, em excesso, faz exatamente o contrário, impedindo reações. Os transtornos da ansiedade têm sintomas como:

  • Preocupações, tensões ou medos exagerados (a pessoa não consegue relaxar)

  • Sensação contínua de que um desastre ou algo muito ruim vai acontecer

  • Medo extremo de alguma situação em particular

  • Falta de controle sobre os pensamentos, imagens ou atitudes, que se repetem independentemente da vontade

  • Pavor depois de uma situação muito difícil

O tratamento para os transtornos de ansiedade costuma envolver medicamentos (sempre com acompanhamento e receita médica), psicoterapia com psicólogo ou com médico psiquiatra ou até mesmo a combinação dos dois tratamentos (medicamentos e psicoterapia).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: