Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.735,01
    -3.050,99 (-2,75%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.020,05
    -278,15 (-0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,44
    -0,06 (-0,07%)
     
  • OURO

    1.785,80
    +3,90 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    62.664,38
    -3.162,81 (-4,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.490,31
    -44,34 (-2,89%)
     
  • S&P500

    4.549,78
    +13,59 (+0,30%)
     
  • DOW JONES

    35.603,08
    -6,26 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.190,30
    -32,80 (-0,45%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    15.399,25
    -79,50 (-0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5818
    +0,0008 (+0,01%)
     

'É impossível controlar o Messi. Ele é imparável', diz Guardiola após derrota do Manchester City

·1 minuto de leitura


Se tinha alguém que sabia dos riscos de enfrentar Lionel Messi, com certeza este alguém era Pep Guardiola. Ex-treinador do Barcelona, o atual comandante do Manchester City, que foi derrotado para o PSG nesta terça-feira pela Champions League, com direito ao primeiro gol do argentino no clube francês, afirmou que não se pode parar o seis vezes melhor do mundo.


+ Veja a tabela e os jogos da Champions League

Após a partida, em entrevista coletiva, o catalão disse que o duelo "foi fantástico", parabenizou o PSG pelo triunfo e falou da atuação do argentino.

- Quero dar os parabéns ao PSG pela vitória. Fizemos um jogo muito bom, com personalidade. Foi um jogo fantástico. Deveríamos ter marcado e não o fizemos, por isso perdemos. É impossível controlar o Leo (Messi) durante 90 minutos. Ele é imparável - disse Guardiola.

+ Veja os destaques brasileiros no fim de semana do futebol europeu

Guardiola elogiou a atuação do Manchester City, que, segundo o treinador, foi parecida com a vitória sobre o Chelsea no último sábado, e afirmou que sua equipe jogou para vencer, mas citou que o PSG tem um contra-ataque muito perigoso.

- Estou feliz com a forma como jogamos, foi como em Stamford Bridge. Neste tipo de jogo, aqueles momentos (gol perdido por Bernardo Silva) são sempre importantes. Eles se defenderam bem no fundo e um contra-ataque deles é sempre perigoso. É uma pena porque jogamos para ganhar, mas não conseguimos marcar um gol - completou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos