Mercado fechado

É 'claro como a água' que deve haver acordo pós-Brexit, diz Lagarde

·1 minuto de leitura
(Arquivo) A presidente do BCE, Christine Lagarde em 11 de fevereiro de 2020 no Parlamento Europeu, em Estrasburgo
(Arquivo) A presidente do BCE, Christine Lagarde em 11 de fevereiro de 2020 no Parlamento Europeu, em Estrasburgo

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, avaliou nesta quinta-feira (15) que é "claro como a água" que o Reino Unido e a União Europeia (UE) vão acabar fechando um acordo pós-Brexit por conta de tudo que está em jogo para as duas partes. 

"Quando consideramos até que ponto o Reino Unido, por um lado, e a União Europeia, por outro, seriam afetados por uma situação de não acordo, é claro como a água que deve haver um acordo", disse Lagarde durante um debate sobre a economia global. 

Em um fórum com a diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, realizado na CNBC à margem das reuniões anuais do FMI e do Banco Mundial, que acontecem nesta semana em formato virtual, Lagarde mostrou-se otimista sobre um possível acordo. 

"Há um processo de negociação em andamento e pode ser (...) três minutos antes da meia-noite que um acordo seja alcançado", disse. 

A chefe do BCE disse, entretanto, que o tamanho dos "egos" e as diferenças de opinião não vão facilitar as negociações. 

As discussões sobre a relação comercial pós-Brexit estão chegando a um ponto crítico a pouco mais de dois meses do fim do período de transição, em 31 de dezembro de 2020. 

A UE propôs nesta quinta-feira a realização de negociações, mas transferiu a responsabilidade para Londres por tomar as "medidas necessárias" para um acordo, em um gesto que o governo britânico considerou decepcionante.

Dt/vmt/ad/mr/cc/mvv