Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    56.998,55
    +537,22 (+0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Áustria avalia teste de covid-19 em forma de pirulito para crianças

·1 minuto de leitura

A Áustria testou em jardins de infância dispositivos de detecção de covid-19 em forma de pirulito, uma alternativa para as crianças que temem os testes nasais ou na garganta.

Um grupo de crianças testou esse novo procedimento esta semana em uma creche de Viena.

Com a reabertura das escolas, há temores de que as variantes mais contagiosas do coronavírus se espalhem, especialmente entre as crianças.

Para "controlar os casos" e fornecer "uma alternativa sensível a outras opções de teste", a província austríaca de Burgenland já reservou 35.000 desses testes de detecção, disse à AFP um porta-voz do governo regional.

Os pais desta região receberam uma carta que informava que cada criança receberia gratuitamente três desses testes por semana.

"Faz sentido ter controles mais rígidos na educação", disse Dominik Krotschek, pai de um menino de três anos.

"Não houve nenhum problema: hoje fizemos de novo e funcionou bem", acrescentou.

Esses dispositivos foram inventados por Manuela Foedinger, que dirige o laboratório do hospital Kaiser-Franz-Joseph de Viena, que já idealizou outro método fácil de usar, com gargarejo, muito usado neste país de 8,9 milhões de habitantes.

Atualmente, Foedinger desenvolve um estudo em cinco jardins de infância com crianças entre um e seis anos para determinar a confiabilidade desses testes para depois ampliar seu uso, disse um porta-voz.

deh/jsk/jza/yad/es/mb/aa