Mercado fechará em 3 h 47 min
  • BOVESPA

    121.519,50
    +813,59 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.207,56
    +378,25 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,16
    +1,34 (+2,10%)
     
  • OURO

    1.840,50
    +16,50 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    51.155,29
    +1.155,87 (+2,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.432,98
    +74,42 (+5,48%)
     
  • S&P500

    4.166,23
    +53,73 (+1,31%)
     
  • DOW JONES

    34.306,64
    +285,19 (+0,84%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.345,50
    +245,25 (+1,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3842
    -0,0283 (-0,44%)
     

Árvores sem poda invadem apartamentos na Gávea

Larissa Medeiros
·1 minuto de leitura

RIO — Moradores de pelo menos dois endereços na Avenida Padre Leonel França, na Gávea, convivem com galhos de árvores entrando por suas janelas. E dizem que há anos reclamam do serviço de poda da Comlurb, sem sucesso. Beatriz Costa, mulher do síndico do Condomínio Edifício Poesia, no número 146, conta que desde 2019 registra protocolos para a poda de árvores que invadem janelas de apartamentos deste e do prédio no número 158, mas nunca foi atendida.

Leia mais:Barulho de transformadores da Light incomoda vizinhos em Copacabana

Além da invasão, Beatriz diz que já pediu a retirada de árvores caídas sobre fios elétricos, mas, antes que o serviço fosse feito, um temporal acabou deslocando a vegetação.

— Já que o síndico não pode fazer, eles precisam vir retirar — reclama.

Em nota, a Comlurb diz que as reclamações serão atendidas em até 15 dias. E ressalta que, se os galhos estiverem próximos da rede elétrica, o manejo é compartilhado com a Light, que agendará o serviço.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)