Mercado abrirá em 1 h 43 min
  • BOVESPA

    107.005,22
    +758,07 (+0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.289,91
    +895,88 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,45
    +0,24 (+0,21%)
     
  • OURO

    1.843,90
    +2,70 (+0,15%)
     
  • BTC-USD

    30.303,83
    +1.150,43 (+3,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    676,72
    +24,49 (+3,75%)
     
  • S&P500

    3.900,79
    -22,89 (-0,58%)
     
  • DOW JONES

    31.253,13
    -236,94 (-0,75%)
     
  • FTSE

    7.445,68
    +142,94 (+1,96%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    12.035,00
    +156,75 (+1,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2221
    +0,0033 (+0,06%)
     

"Árvores mecânicas" absorvem CO2 com mais eficiência do que vegetação natural

·2 min de leitura

Uma árvore mecânica capaz de remover dióxido de carbono (CO2) da atmosfera seria uma ferramenta eficaz para os esforços contra as mudanças climáticas. O sistema, desenvolvido pela empresa sueca Climeworks, é até milhares de vezes mais eficiente na captura de carbono do que as árvores naturais.

Segundo Klaus Lackner, professor da Arizona State University (ASU) e que está à frente da árvore mecânica, a Climeworks é pioneira na captura direta do ar para remoção de carbono e em seu armazenamento seguro.

Até agora, a Cliemeworks tem 15 estações de remoção de carbono (Imagem: Reprodução/Climeworks)
Até agora, a Cliemeworks tem 15 estações de remoção de carbono (Imagem: Reprodução/Climeworks)

Ele explicou que o sistema é formato por colunas verticais onde discos revestidos de resina química, com um metro e meio de diâmetro, são empilhados, tendo cinco centímetros de distância um do outro. Conforme o ar passar por esses discos, o carbono é absorvido pela superfície deles. Dentro de 20 minutos, os discos ficam pesados de CO2 e afundam em um barril na base na estrutura. “Enviamos água e vapor para liberar o CO2 em um ambiente fechado”, acrescentou Lackner.

Soluções da geoengenharia

No ano passado, a Climeworks recebeu US$ 2,5 milhões em financiamento do Departamento de Energia dos EUA (DOE, na sigla em inglês) para desenvolver seu sistema de árvores mecânicas no país.

A tecnologia sendo testada em laboratório pelo professor Klaus Lackner (Imagem: Reprodução/Climeworks/ASU)
A tecnologia sendo testada em laboratório pelo professor Klaus Lackner (Imagem: Reprodução/Climeworks/ASU)

Na ocasião, a empresa planejava construir três fazendas que poderiam, cada uma, absorver até 1.000 toneladas de CO2 ao dia. Ao que tudo indica, a primeira será inaugurada em abril deste ano.

Outro ponto forte da árvore mecânica é a baixa necessidade de energia que ela exige quando comparada a outros projetos de geoengenharia. Além disso, ela não apenas captura o carbono, mas também o armazena de forma segura.

Ainda assim, Lackner destacou que a tecnologia ainda está em desenvolvimento e, portanto, ainda são necessários ajustes em parceria com o DOE para que o serviço seja implementando em escala nacional e por um valor acessível.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos