Mercado fechará em 3 h 9 min
  • BOVESPA

    111.636,71
    -2.176,16 (-1,91%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.463,31
    -266,49 (-0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,56
    +1,06 (+1,17%)
     
  • OURO

    1.764,30
    -6,90 (-0,39%)
     
  • BTC-USD

    21.586,67
    -1.723,33 (-7,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    513,91
    -27,69 (-5,11%)
     
  • S&P500

    4.239,82
    -43,92 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    33.810,75
    -188,29 (-0,55%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,77 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.291,00
    -232,25 (-1,72%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,0114 (-0,22%)
     

Água da chuva pode não ser tão segura quanto o esperado, segundo este estudo

Cientistas investigaram a concentração de substâncias per e polifluoroalquil (PFAS) na água da chuva em diferentes cantos do mundo, incluindo a Antártida e o Tibete, na Ásia. A conclusão é que esta classe de produtos químicos está tão difundida no planeta que pode não ser mais seguro beber água da chuva, sem passar por nenhum tipo de tratamento.

Publicado na revista científica Environmental Science & Technology, o estudo sobre a concentração dos PFAS em quatro amostras de diferentes tipos de águas, como as da chuva, e do solo foi liderado por pesquisadores do Green Science Policy Institute, baseado nos Estados Unidos.

Água da chuva está contaminada com PFAS, segundo estudo (Imagem: Studio_OMG/Envato)
Água da chuva está contaminada com PFAS, segundo estudo (Imagem: Studio_OMG/Envato)

Entendendo o que são os PFAS

Vale explicar que os PFAS são uma classe de produtos químicos diferente dos plásticos (polímeros) e do respectivo problema da poluição por micro e nanoplásticos. Este tipo de material é incluído, na indústria, para produzir produtos com características antiaderentes, impermeáveis e resistentes a manchas. Pela dificuldade de serem decompostos, são conhecidos como os "químicos eternos".

"Os PFAS conferem a característica de repelir tanto água, como gordura. Também entram na composição de espumas de combate a incêndios, componentes eletrônicos, tratamento de imagens, fluidos hidráulicos, produtos de limpeza domésticas e industriais, formulação de inseticidas, aplicações industriais em têxteis, papel e celulose", detalha documento da Cetesb.

Água da chuva não é segura para beber

Atualmente, segundo os autores do estudo, as concentrações dos PFAS nas amostras revelaram que os níveis deste produto químico excederam em muito as diretrizes da Agência de Proteção Ambiental (EPA) dos EUA. Em tese, este é um risco para a saúde dos seres humanos.

“Com base nas últimas diretrizes dos EUA para PFOA [um dos tipos de PFAS analisados] na água potável, a água da chuva em todos os lugares [analisados] seria considerada insegura para beber”, afirma Ian Cousins, o principal autor do estudo e professor da Universidade de Estocolmo, na Suécia, em comunicado.

“Muito embora no mundo 'industrial' não bebamos água da chuva com frequência, muitas pessoas ao redor do globo esperam que [ela] seja segura para beber e fornece muitas de nossas fontes de água potável”, acrescenta o professor sobre o tamanho do problema.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos