Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.316,16
    -1.861,39 (-1,63%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.774,91
    -389,10 (-0,71%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,38
    -1,63 (-2,01%)
     
  • OURO

    1.927,60
    -2,40 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    23.159,40
    +62,19 (+0,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    526,66
    +9,65 (+1,87%)
     
  • S&P500

    4.070,56
    +10,13 (+0,25%)
     
  • DOW JONES

    33.978,08
    +28,67 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.765,15
    +4,04 (+0,05%)
     
  • HANG SENG

    22.688,90
    +122,12 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    27.382,56
    +19,81 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.221,00
    +114,25 (+0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5462
    +0,0265 (+0,48%)
     

Viajar de ônibus é até 80% mais barato que de carro, aponta estudo

Viajar de ônibus pode ser até 80% mais barato que de carro, aponta estudo
Viajar de ônibus pode ser até 80% mais barato que de carro, aponta estudo
  • Economia ainda é válida no caso de dois ou três passageiros em um carro;

  • Buser utilizou carro mais vendido no Brasil, Chevrolet Onix 1.0 para seus cálculos;

  • Custo das viagens de carro cresceram bastante com o aumento dos combustíveis.

Um levantamento realizado pela Buser divulgado nesta quarta-feira, 23, revelou que, devido ao aumento no preço da gasolina, a diferença no custo entre viajar de ônibus ou de carro pode chegar a até 80%, dependendo do destino e da quantidade de pessoas na viagem.

Em sua análise, a plataforma digital de viagens utilizou dados de suas rotas saindo de cinco capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Teresina e Natal. Em média, a viagem de ônibus ficou 74% mais barata quando comparada ao uso do carro, quando utilizado o preço da menor passagem dentro da plataforma.

Dentre os trechos analisados, a rota com menor diferença foi Belo Horizonte - Guarapari, onde viajar de Buser ofereceu uma redução de 69,92% nos custos. Já a viagem do Rio de Janeiro a São Paulo foi a mais vantajosa para os que decidem ir de ônibus, oferecendo uma economia de 82,23%.

Para estabelecer os preços da viagem de automóvel, a Buser considerou o consumo de combustível de um dos modelos mais populares do Brasil, o Chevrolet Onix 1.0, além, claro, de inserir no cálculo o preço médio da gasolina na região, a distância percorrida e o custo dos pedágios.

Os dados foram divulgados considerando apenas uma pessoa no carro, no entanto, pelas contas é possível observar que mesmo com duas ou três pessoas ainda é mais barato ir de ônibus. É só a partir de quatro pessoas que o carro passa a valer a pena na maior parte dos trechos estudados, com exceção para São Paulo a Rio de Janeiro, São Paulo a Brasília e Belo Horizonte a São Paulo.