Mercado abrirá em 3 h 53 min
  • BOVESPA

    108.376,35
    -737,80 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.006,11
    +197,55 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,14
    -0,36 (-0,46%)
     
  • OURO

    1.626,60
    -9,60 (-0,59%)
     
  • BTC-USD

    18.731,08
    -1.421,42 (-7,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    428,90
    -30,24 (-6,59%)
     
  • S&P500

    3.647,29
    -7,75 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    29.134,99
    -125,82 (-0,43%)
     
  • FTSE

    6.885,90
    -98,69 (-1,41%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    -609,43 (-3,41%)
     
  • NIKKEI

    26.173,98
    -397,89 (-1,50%)
     
  • NASDAQ

    11.214,25
    -119,50 (-1,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1186
    -0,0413 (-0,80%)
     

Tesla não é mais a maior vendedora de carros elétricos do mundo

Tesla de Elon Musk perde o posto de maior vendedora de carros elétricos do mundo
Tesla de Elon Musk perde o posto de maior vendedora de carros elétricos do mundo
  • A liderança agora pertence a montadora chinesa BYD;

  • A companhia vendeu 641.350 veículos elétricos no primeiro semestre;

  • A empresa de Elon Musk vendeu 564.743 carros elétricos no mesmo período.

A liderança da Tesla no mercado de veículos elétricos está diminuindo, de acordo com os números de vendas divulgados esta semana pela montadora chinesa BYD. A companhia revelou que vendeu 641.350 “veículos de nova energia” – ou veículos elétricos de bateria completa e híbridos plug-in – nos primeiros seis meses de 2022.. Esse número de vendas marcou um aumento de cerca de 314% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A BYD vendeu mais de 134.000 veículos somente em junho, de acordo com o comunicado.

Em comparação, a Tesla de Elon Musk vendeu 564.743 veículos durante o primeiro semestre de 2022 – um período tumultuado em que a empresa lutou para superar uma longa paralisação em uma importante fábrica de produção em Xangai e outras interrupções relacionadas à cadeia de suprimentos.

Musk disse em maio que esperava que algumas “empresas muito fortes” surgissem da China e oferecessem forte concorrência para a Tesla no setor de veículos elétricos nos próximos anos. No entanto, o chefe da Tesla e o homem mais rico do mundo foi desdenhoso em uma entrevista de 2011 quando perguntado sobre o produto da BYD – literalmente rindo da ideia de que representava concorrência.

“Você viu o carro deles? Eu não acho que eles têm um grande produto. Não acho que seja particularmente atraente, a tecnologia não é muito forte”, disse Musk à Bloomberg na época.

As tensões entre Musk e BYD pareciam ter esfriado em junho. Um dos principais executivos da empresa chinesa descreveu Musk como um “bom amigo” e disse que a BYD estava pronta para fornecer baterias à empresa “muito em breve”, informou a Reuters .

Tanto os veículos elétricos de bateria completa da BYD quanto os híbridos plug-in são considerados carros de “emissão zero” sob os padrões da indústria chinesa, informou o Financial Times. Os híbridos usam baterias elétricas, bem como motores suplementares e fontes de combustível tradicionais.

Dos 641.350 veículos vendidos pela BYD durante o primeiro semestre do ano, mais de 314.000 eram híbridos. Por outro lado, todos os 564.743 carros vendidos da Tesla eram veículos elétricos com bateria completa – o que significa que Musk ainda lidera o mundo nessa medida.