Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.707,76
    +195,38 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.734,04
    -67,64 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,52
    -0,59 (-0,67%)
     
  • OURO

    1.779,80
    +3,10 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    23.442,52
    -546,30 (-2,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    557,34
    -15,48 (-2,70%)
     
  • S&P500

    4.274,04
    -31,16 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    33.980,32
    -171,69 (-0,50%)
     
  • FTSE

    7.515,75
    -20,31 (-0,27%)
     
  • HANG SENG

    19.922,45
    +91,93 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.884,26
    -338,51 (-1,16%)
     
  • NASDAQ

    13.455,75
    -37,50 (-0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2651
    +0,0059 (+0,11%)
     

Tesla fecha cerco contra funcionários que não estão indo aos escritórios

Sistema detecta quando o crachá do funcionário não passou pelas instalações da Tesla nos últimos dias (Getty Images)
Sistema detecta quando o crachá do funcionário não passou pelas instalações da Tesla nos últimos dias

(Getty Images)

  • Tesla está monitorando funcionários que não estão indo trabalhar presencialmente;

  • Ausentes recebem notificação por e-mail e devem se justificar ao gerente da linha;

  • Em e-mail vazado, Elon Musk já havia dito que não toleraria trabalho remoto.

Os funcionários da Tesla que não estão indo trabalhar presencialmente começaram a receber e-mails de alerta automáticos, enviados quando o sistema percebe que o crachá deles não passou por uma instalação dos escritórios nos últimos dias.

Os trabalhadores ausentes devem explicar a ausência aos gerentes de linha e prestar contas a um sistema de monitoramento da empresa do bilionário Elon Musk. A informação foi compartilhada por um funcionário da empresa, que postou no aplicativo Blind um print da mensagem.

"Esta é uma notificação automática", diz o e-mail. "Você está recebendo este e-mail porque não há registro de você usando seu crachá para entrar em uma instalação da Tesla em pelo menos 16 dias durante o período de 30 dias que termina em 28 de junho. Como um lembrete, todos os funcionários devem estar de volta aos escritórios em tempo integral. Sabemos que existem vários motivos pelos quais você pode não ter crachá, incluindo doença, férias ou viagem a negócios. Seja qual for o caso, por favor, esclareça o motivo de sua ausência com seu gerente por e-mail, com uma cópia também enviada para absence@tesla.com".

No aplicativo, outro funcionário criticou a política adotada pela Tesla. "Isso parece errado", escreveu. "Eu não consigo colocar em palavras porque isso me incomoda, parece que é um exagero. É controlador. É desrespeitoso".

O Insider confirmou a veracidade do texto.

Baixa tolerância

Em um e-mail vazado em junho, o dono da Tesla teria alertado que "qualquer um que deseja trabalhar remotamente precisa estar no escritório por no mínimo (e reforço, *no mínimo*) 40 horas por semana ou pode ir embora da Tesla. Isso é menos do que pedimos aos trabalhadores da fábrica”.

Apesar de o bilionário não ter confirmado se o comunicado é, de fato, verdadeiro, um usuário do Twitter publicou o que seria um print do texto, com a seguinte pergunta: “Hey Elon, muitas pessoas estão falando sobre esse e-mail vazado, algum comentário adicional para pessoas que acham que entrar no trabalho é um conceito antiquado?”. Musk, então, respondeu: “Elas deveriam fingir que trabalham em outro lugar”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos