Mercado fechará em 8 mins

Startup Ebanx demite 340 funcionários; setor tem onda de cortes

O número é equivalente a equivalente a 20% do quadro de 1700 pessoas da startup (Getty Image)
O número é equivalente a equivalente a 20% do quadro de 1700 pessoas da startup (Getty Image)
  • A startup de sistemas de pagamentos anunciou as demissões nesta terça-feira (21)

  • Alta nos juros e mercado instável estaria causando cortes

  • Outras empresas do setor de tecnologia também diminuíram o time de trabalhadores

Parece que a bolha da tecnologia não para de estourar. Dessa vez, foi a Ebanx, startup de sistemas de pagamentos, que demitiu 340 funcionários. Conforme dados do jornal O Globo, isso correspondia a 20% do quadro de 1700 pessoas da companhia. A empresa processa pagamentos internacionais em 15 países da América Latina.

A companhia afirmou que a decisão foi "tomada com base no atual cenário do mercado de tecnologia, como um todo, impactado de forma profunda e veloz pelo ambiente macroeconômico".

As empresas culpam o aumento da alta de juros para justificar o mau desemprenho. A justificativa é que essas companhias costumam precisar de mais recursos para investir com o objetivo de obter lucro no longo prazo. Com as taxas mais altas, o financiamento da dívida cresce.

Outra dificuldade apontada é o aumento das incertezas no mercado, o que faz com que investidores procurem por ativos mais seguros. Isso torna o investimento em startups menos procurados.

Ainda neste ano, o Ebanx já havia anunciado que não faria um IPO nos Estados Unidos, como era esperado durante 2021. No mês de março, a companhia afirmou que não planejava nenhuma rodada de financiamento para o primeiro semestre.

Crise no mercado da tecnologia

Outras corporações anunciaram demissões recentemente. Esse é o caso das conhecidas companhias QuintoAndar, Loft, Vtex e Mercado Bitcoin.

Os cortes causaram alvoroço nas redes sociais e ascenderam um debates sobre a forma como as empresas tratam o quadro de funcionários.