Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.230,12
    +95,66 (+0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.046,58
    +616,83 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,50
    -0,02 (-0,02%)
     
  • OURO

    1.733,50
    +3,00 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    20.339,18
    +718,68 (+3,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    460,91
    +15,47 (+3,47%)
     
  • S&P500

    3.790,93
    +112,50 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    30.316,32
    +825,43 (+2,80%)
     
  • FTSE

    7.086,46
    +177,70 (+2,57%)
     
  • HANG SENG

    17.079,51
    -143,32 (-0,83%)
     
  • NIKKEI

    26.992,21
    +776,42 (+2,96%)
     
  • NASDAQ

    11.619,00
    -21,75 (-0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1561
    -0,0118 (-0,23%)
     

SpaceX, de Elon Musk, coloca 50 novos satélites em órbita e quebra recorde

SpaceX de Elon Musk coloca 50 novos satélites em órbita e quebra recorde
SpaceX de Elon Musk coloca 50 novos satélites em órbita e quebra recorde
  • A companhia de Elon Musk chegou a um total de 31 missões bem-sucedidas em 2022;

  • Ainda em julho, empresa iguala a sua melhor marca alcançada no ano passado;

  • Os novos satélites se juntaram às 2.858 unidades da mega constelação Starlink em órbita.

Ainda em julho, a SpaceX está a um passo de quebrar seu recorde anual de lançamento de satélites da Starlink. Ao alçar o foguete Falcon 9 aos ares, neste domingo (17), a companhia espacial de Elon Musk chegou a um total de 31 lançamentos bem-sucedidos em 2022, o mesmo número alcançado pela empresa em 2021, seu ano mais produtivo.

A missão chamada de “Starlink 4-22” colocou em órbita 50 novos equipamentos, que se juntaram às 2.858 unidades da megaconstelação Starlink em órbita; este total inclui protótipos e dispositivos que já não operam mais.

Ao ser lançado, o foguete seguiu na direção nordeste para levar os satélites à órbita de 232 por 338 km de altitude. As unidades Starlink foram liberadas do estágio superior do Falcon 9 cerca de 15 minutos após o lançador deixar a plataforma, enquanto o propulsor do veículo pousou na embarcação robótica da empresa aproximadamente 8 minutos passados do lançamento.

Um dos mais antigos propulsores da frota da SpaceX foi utilizado nessa missão. Batizado de B1051, ele voou pela primeira vez com o teste de voo não tripulado em 2019 e, desde então, já lançou 13 missões variadas, como satélites de transmissão de rádio e, claro, outros Starlink.

Com essa missão, a SpaceX alcança em 2022 a mesma marca de lançamentos realizados no ano passado, seu recorde até então. Se conseguir manter o ritmo por mais cinco meses, a empresa de Elon Musk poderá encerrar 2022 com mais de 50 lançamentos em um único ano.

Ao que tudo indica, outros recordes devem ser batidos em um futuro não muito distante. Com mais um lançamento da Starlink programado para o dia 21 de julho, uma de suas três plataformas de lançamento de foguetes Falcon deve ser reutilizada apenas 11 dias após o lançamento anterior. Atualmente, a melhor marca da empresa é de 23 dias.