Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.608,76
    -345,14 (-0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.036,38
    +293,23 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,66
    +2,23 (+2,06%)
     
  • OURO

    1.808,30
    +6,80 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    19.777,90
    +348,39 (+1,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    429,24
    +9,10 (+2,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.232,65
    +64,00 (+0,89%)
     
  • HANG SENG

    21.830,35
    -29,44 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.153,81
    +218,19 (+0,84%)
     
  • NASDAQ

    11.554,00
    -57,25 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5546
    -0,0041 (-0,07%)
     

Primeiro tuíte do mundo vira NFT e é anunciado por R$ 228 milhões

·1 min de leitura
Twitter
Primeiro tuíte data de 2006

(AP Photo/Matt Rourke, File)

  • Cópia do primeiro tuíte do mundo é anunciado em formato de NFT por R$ 228 milhões;

  • Venda acontece um ano depois da primeira, realizada pelo fundador do Twitter, Jack Dorsey;

  • Valor pedido (US$ 48 mi) é 16 vezes maior ao pago (R$ 2,9 mi).

Uma cópia do primeiro tuíte já publicado na plataforma está à venda novamente. O post, de autoria de Jack Dorsey, fundador do Twitter, foi anunciado no formato de NFT por 14.969 Ether, criptomoeda equivalente a US$ 48 milhões ou R$ 228 milhões – valor 16 vezes maior, na cotação do dólar, ao pago um ano atrás.

O anúncio é de Sina Estavi, presidente da Bridge Oracle, provedora de serviços de blockchain. Foi ele quem adquiriu o tuíte em março de 2021 por 1.630 Ether (US$ 2,9 milhões) e agora o oferece na plataforma OpenSea, de negociação de NFTs.

A primeira publicação foi feita em 2006 com a frase “só estou configurando o meu twttr”, em inglês.

Doação

No Twitter, Estavi anuciou que destinará 50% do lucro obtido com a venda do NFT para a GiveDirectly, instituição de caridade que auxilia pessoas em estado de pobreza. Esta é a mesma ONG que Dorsey prometeu ajudar depois que realizou a venda de seu primeiro tuíte.

Em resposta à publicação de Estavi, o fundador da plataforma comentou com uma provocação: Por que não (doar) 99%?", escreveu, marcando a GiveDirectly, Elon Musk - agora membro do conselho de diretores da empresa - e a Tesla, empresa fundada pelo bilionário.

Estavi, então, rebateu: Não quero o resto para mim; Prefiro usar o resto para apoiar projetos de blockchain (@bridge_oracle) e ajudar meu pessoal, mas sua sugestão é valiosa para mim. Se você quiser, eu doaria 100% para caridade se você me avisar”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos