Mercado abrirá em 3 h 8 min
  • BOVESPA

    107.249,04
    -1.819,51 (-1,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.078,70
    +352,74 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,92
    +0,46 (+0,64%)
     
  • OURO

    1.803,30
    +1,80 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    17.208,72
    +377,24 (+2,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    405,80
    +11,11 (+2,81%)
     
  • S&P500

    3.963,51
    +29,59 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    33.781,48
    +183,56 (+0,55%)
     
  • FTSE

    7.461,73
    -10,44 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    19.900,87
    +450,64 (+2,32%)
     
  • NIKKEI

    27.901,01
    +326,58 (+1,18%)
     
  • NASDAQ

    11.687,00
    +41,50 (+0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5314
    +0,0308 (+0,56%)
     

Meteorito que atingiu a Terra é apelidado de “primo de assassino de dinossauros”

Meteorito que atingiu a Terra é apelidado de “primo de assassino de dinossauros” (Foto: Getty Images)
Meteorito que atingiu a Terra é apelidado de “primo de assassino de dinossauros” (Foto: Getty Images)
  • Ele teria atingido a Terra na mesma época que o asteroide que eliminou a vida milhões de anos atrás;

  • A cratera deixada pelo meteorito foi recém-descoberta a 400 quilômetros da costa da Guiné, no oeste da África;

  • O corpo celeste teria 450 metros de diâmetro, e causou um tsunami de 5 mil metros.

O meteorito que causou uma recém-descoberta cratera foi apelidado de “Primo de Assassinos de Dinossauros", . depois que cientistas estimaram que o corpo celeste poderia ter atingido a Terra na mesma época que o asteroide que eliminou a vida pré-histórica milhões de anos atrás. O local de impacto foi encontrado a cerca de 400 quilômetros da costa da Guiné, no oeste da África, a mais de 300 metros abaixo do fundo do mar.

O Dr. Uisdean Nicholson da Heriot-Watt University, Edimburgo, Escócia, batizou o incrível achado de “Cratera Nadir”. Com um diâmetro de 8 quilômetro, é provável que o asteroide que o causou tenha cerca de 450 metros de diâmetro, tamanho equivalente ao tamanho de um Maracanã e meio.

“Essas pesquisas são como um ultrassom da Terra. Passei provavelmente os últimos 20 anos interpretando-os, mas nunca vi nada assim”, disse Nicholson à BBC News.

“A forma de Nadir é o diagnóstico de um impacto de asteroide. Tem uma borda elevada em torno de uma área central de elevação e, em seguida, camadas de detritos que se estendem para fora.”

Estima-se que o asteroide que criou a Cratera Chicxulub – o impacto que diz ter exterminado os dinossauros – no Golfo do México tenha cerca de 11 quilômetros de diâmetro e mudou o planeta Terra para sempre.

O impacto criou uma enorme depressão de 200 quilômetros de largura, provocando uma série de tremores de terra e tsunamis, além de incendiar uma grande parte do planeta.Em comparação, os efeitos de um asteroide do tamanho de Nadir teriam sido menores, mas não insignificantes.

"Nossas simulações sugerem que esta cratera foi causada pela colisão de um asteróide de 1.312 milhas de largura em 1.640-2.624 pés de água", disse a Dra. Veronica Bray da Universidade do Arizona.

“Isso teria gerado um tsunami com mais de 3.280 pés de altura (5 mil metros), bem como um terremoto de magnitude 6,5 ou mais.

“A energia liberada teria sido cerca de 1.000 vezes maior do que a da erupção e tsunami de janeiro de 2022 em Tonga.”

Dr. Nicholson disse que os efeitos do impacto de Chicxulub teriam sido pelo menos 10 milhões de vezes maiores.