Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.707,76
    +195,38 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.734,04
    -67,64 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,01
    -0,10 (-0,11%)
     
  • OURO

    1.780,80
    +4,10 (+0,23%)
     
  • BTC-USD

    23.457,80
    -533,00 (-2,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    558,05
    -14,76 (-2,58%)
     
  • S&P500

    4.274,04
    -31,16 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    33.980,32
    -171,69 (-0,50%)
     
  • FTSE

    7.515,75
    -20,31 (-0,27%)
     
  • HANG SENG

    19.918,67
    -3,78 (-0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.959,24
    -263,53 (-0,90%)
     
  • NASDAQ

    13.462,50
    -30,75 (-0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2651
    +0,0059 (+0,11%)
     

Metaverso: o que é o conceito que promete ser o futuro da internet

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Metaverso:  conceito se popularizou quando Mark Zuckerberg anunciou a mudança do nome do Facebook para Meta (Getty Image)
Metaverso: conceito se popularizou quando Mark Zuckerberg anunciou a mudança do nome do Facebook para Meta (Getty Image)
  • Metaverso: cada vez mais pessoas estão buscando saber o que é;

  • Interações digitais podem evoluir com a combinação de tecnologias;

  • NFT e criptomoedas são parte importante da construção deste universo digital;

A realidade e a tecnologia estão cada vez mais interligadas. Considerado o futuro da internet, o metaverso é um termo criado para se referir a um mundo virtual no qual as pessoas podem interagir com diferentes propósitos.

O conceito se popularizou quando Mark Zuckerberg anunciou a mudança do nome do Facebook para Meta, no final de 2021. A ideia era focar os esforços da companhia para a construção de um novo jeito de atuar na internet.

“Hoje somos vistos como uma empresa de mídia social, mas em nosso DNA somos uma empresa que constrói tecnologia para conectar pessoas, e o metaverso é a próxima fronteira, assim como a rede social foi quando começamos”, explicou Zuckerberg em uma carta divulgada para a imprensa.

No entanto, o termo metaverso não surgiu agora. Ele foi cunhado pelo escritor Neal Stephenson no livro de ficção científica “Snow Crash”, publicado em 1992. O termo entrou na cultura pop quando Steven Spielberg adaptou para as telonas o livro Ready Player One (Jogador Nº1 no Brasil).

Como funciona o metaverso?

O metaverso tem como objetivo criar uma espécie de internet tridimensional que permite a interação por meio de avatares, recriando as interações do mundo real. Tecnologias como realidade aumentada, criptomoedas e redes sociais atuariam de forma integrada neste universo utópico.

A ideia é que através dessas faces digitais os usuários podem trabalhar, realizar reuniões com amigos, fazer compras, estudar e viver inúmeras experiências que antes só eram possíveis em encontros presenciais.

No mundo virtual, os tokens não fungíveis, conhecidos como NFTs, são usados para provar a propriedade de itens digitais, concedendo acesso a diferentes plataformas. Com essa tecnologia é possivel fazer diferentes transações no mundo virtual.

Apesar da potencialidade de mudar as interações online, o metaverso deverá ser apenas um complemento para a internet, não um substituto. A previsão é que ele evolua conforme os avanços tecnológicos ganhem mais adeptos.

Para que a mudança tecnológica ocorra, é necessário que mais pessoas tenha acesso a plataformas compatíveis e que os sinais de acesso sejam melhorados. O 4G, por exemplo, não é capaz de lidar com o fluxo de dados dessas interações.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos