Mercado fechará em 2 h 54 min
  • BOVESPA

    109.675,87
    +2.011,52 (+1,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.968,85
    -133,70 (-0,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,06
    -1,17 (-1,44%)
     
  • OURO

    1.673,20
    +4,60 (+0,28%)
     
  • BTC-USD

    19.711,10
    +246,54 (+1,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    450,32
    +6,89 (+1,55%)
     
  • S&P500

    3.639,85
    -0,62 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    29.123,21
    -102,40 (-0,35%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.235,00
    +6,75 (+0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2959
    -0,0021 (-0,04%)
     

Instagram quer que todos os vídeos se transformem em ‘reels’

Recurso está em fase de testes (Soumyabrata Roy/NurPhoto via Getty Images)
Recurso está em fase de testes

(Soumyabrata Roy/NurPhoto via Getty Images)

  • Instagram testa transformar todos os vídeos publicados pelos usuários em 'reels', formato de sucesso;

  • Novidade visa "simplificar e melhorar a experiência de vídeo", impulsionando o formato;

  • Áudios originais poderão ser usados por terceiros para criar novos conteúdos, caso o criador permita.

A Meta, responsável pelo Instagram, está testando um recurso que transforma todos os vídeos publicados na plataforma em ‘reels’. A ideia, segundo a empresa, é “simplificar e melhorar a experiência de vídeo”, impulsionando o formato.

Lançada em 2020, a função ‘reels’ consiste em vídeos curtos, cujo áudio pode ser editado dentro da plataforma e cuja imagem permite adição de filtros e efeitos. Tal seu sucesso, que o Instagram compete diretamente com o TikTok.

A novidade já está disponível para alguns usuários, que recebem notificações informando que todos os vídeos serão compartilhados no formato de ‘reels’. Com a mudança, uma pessoa com conta pública que postar um vídeo com áudio original poderá permitir que qualquer outra use seu áudio e crie remixes em novos conteúdos.

Caso o criador em questão não queria que seu áudio seja usado por terceiros, também pode desabilitar o recurso – de forma geral, para todos os ‘reels’ publicados, ou de forma individual, apenas para os selecionados. Já em contas privadas, somente os seguidores terão acesso aos vídeos postados.

Ainda não se sabe quantas pessoas têm acesso à função em fase de testes nem quando será oficialmente lançada e liberada pelo Instagram. Ainda assim, conforme divulgado pelo portal TechCrunch, a novidade chega somente alguns meses depois de a Meta revelar que os ‘reels’ são responsáveis por mais de 20% do tempo que as pessoas passam na rede social.