Mercado abrirá em 9 h 57 min
  • BOVESPA

    110.925,60
    -1.560,41 (-1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.457,55
    -227,31 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,31
    +0,09 (+0,11%)
     
  • OURO

    1.811,70
    -3,50 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    16.933,51
    -191,91 (-1,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,47
    -4,68 (-1,15%)
     
  • S&P500

    4.076,57
    -3,54 (-0,09%)
     
  • DOW JONES

    34.395,01
    -194,76 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.558,49
    -14,56 (-0,19%)
     
  • HANG SENG

    18.747,11
    +10,67 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.705,35
    -520,73 (-1,84%)
     
  • NASDAQ

    12.003,25
    -59,50 (-0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4605
    -0,0049 (-0,09%)
     

Gastos mundiais com segurança digital devem chegar a quase R$ 1 trilhão até 2025

Gastos mundiais com segurança digital devem chegar a quase R$ 1 trilhão até 2025. Foto: Getty Images.
Gastos mundiais com segurança digital devem chegar a quase R$ 1 trilhão até 2025. Foto: Getty Images.
  • Gastos mundiais com segurança digital devem subir em quase 58% durante os próximos anos, alcançando US$ 198 bilhões até 2025;

  • De acordo com a GlobalData, empresa de análise e consultoria de dados, o aumento da incerteza geopolítica e a pandemia criaram juntas um ambiente a favor de ameaças no espaço digital;

  • Nesse período, gastos com softwares, serviços e hardware serão maiores.

Os gastos globais com segurança cibernética devem subir em quase 58% durante os próximos anos, chegando a US$ 198 bilhões, cerca de R$ 985 milhões na cotação atual, até 2025, segundo dados da GlobalData, empresa de análise e consultoria de dados sediada na Inglaterra.

Nesse período, gastos com softwares, serviços e hardware serão cada vez maiores. A analista de mercado disse que o aumento da incerteza geopolítica e a pandemia de Covid-19 criaram um ambiente a favor de diversas ameaças.

Leia também:

“Os últimos anos demostraram que ninguém, nem mesmo os próprios provedores especializados em segurança cibernética, estão a salvo de ataques. Os ataques cibernéticos são frequentes e cada vez mais complexos, normalmente perpetrados por aqueles que promovem uma causa geopolítica ou por invasores com a intenção de ganhar dinheiro”, alegou David Bicknell, analista da GlobalData.

Segundo o especialista, uma variedade de ativos gerenciados pelas empresas estão ameaçados, como infraestrutura, aplicativos, endpoints, dispositivos móveis e serviços de nuvem.

De acordo com o relatório, para proteger o novo local de trabalho híbrido, assim como enfrentar problemas como o ransomware e mitigar o risco da cadeia de suprimentos, entre outros, será necessário aumentar os gastos, que foram registrados em US$ 125,5 bilhões, cerca de R$ 624 bilhões, em 2020.