Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.140,64
    -1.932,91 (-1,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.874,91
    -1.144,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,96
    +0,08 (+0,11%)
     
  • OURO

    1.929,20
    -1,60 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    23.469,41
    -251,41 (-1,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    541,21
    -4,11 (-0,75%)
     
  • S&P500

    4.179,76
    +60,55 (+1,47%)
     
  • DOW JONES

    34.053,94
    -39,02 (-0,11%)
     
  • FTSE

    7.820,16
    +59,05 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    21.958,36
    -113,82 (-0,52%)
     
  • NIKKEI

    27.402,05
    +55,17 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    12.664,00
    -182,75 (-1,42%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4882
    -0,0662 (-1,19%)
     

Auxílio Brasil: Fila explode e quase 3 milhões de famílias aguardam benefício

Fila do Auxílio Brasil tem 2,78 milhões de famílias. Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images.
Fila do Auxílio Brasil tem 2,78 milhões de famílias. Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images.
  • O mais recente mapeamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM) mostra que 2,78 milhões de famílias estão na fila para ter acesso ao Auxílio Brasil;

  • Em abril, 5,3 milhões de brasileiros com o perfil para receber o benefício estavam na fila;

  • De acordo com o mapeamento da CNM, de março para abril, houve um aumento de mais de 1,480 milhão de famílias à espera do benefício.

O mais recente mapeamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM) aponta que todos os municípios do Brasil somam uma demanda reprimida de 2,78 milhões famílias à espera do acesso ao Auxílio Brasil. Em abril, 5,3 milhões de brasileiros com perfil para receber o benefício estavam na fila.

O mapeamento da CNM foi antecipado ao jornal O Estado de S. Paulo dez dias depois da publicação do 2.º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia de Covid-19.

Agora, no Brasil, 33,1 milhões de pessoas não tem o que comer, ou seja, 14 milhões de brasileiros a mais do que em 2021.

Leia também:

Por causa da ausência de dados do Ministério da Cidadania, que gere o Auxílio Brasil, a confederação fez seu próprio acompanhamento da situação nos 5.570 municípios do país.

Segundo os dados da CNM, houve um aumento de mais de 1,480 milhão de famílias à espera do benefício entre março e abril.

Isso mostra que o número de famílias na fila dobrou em um mês, indo de 1,307 milhão de famílias para 2,788 milhões de famílias, ou seja, um aumento de 116%.

Em 2021, dados coletados pela CNM apontavam que mais de 25 milhões de famílias estava registradas no Cadastro Único. Em 2022, o número já passa dos 33 milhões de famílias, que é pouco mais de 38% da população brasileira, com um total de 215 milhões de habitantes em 2021.