Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.005,22
    +758,07 (+0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.289,91
    +895,88 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,40
    +1,81 (+1,65%)
     
  • OURO

    1.840,00
    +24,10 (+1,33%)
     
  • BTC-USD

    30.141,70
    +977,58 (+3,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    669,81
    +17,58 (+2,69%)
     
  • S&P500

    3.900,79
    -22,89 (-0,58%)
     
  • DOW JONES

    31.253,13
    -236,94 (-0,75%)
     
  • FTSE

    7.302,74
    -135,35 (-1,82%)
     
  • HANG SENG

    20.120,68
    -523,62 (-2,54%)
     
  • NIKKEI

    26.402,84
    -508,36 (-1,89%)
     
  • NASDAQ

    11.892,50
    -43,00 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2116
    -0,0067 (-0,13%)
     

Exclusivo: Jaguar Land Rover revela planos para o Brasil

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Jaguar Land Rover é uma das montadoras premium com maior aceitação no Brasil. Seus carros são objeto de desejo de muitas pessoas que buscam conforto, luxo, esportividade e, claro, tecnologia. Mas esse sucesso não é à toa: a marca sabe tratar bem o consumidor brasileiro.

Em conversa exclusiva com o Canaltech, François Dossa, diretor executivo, estratégia e sustentabilidade, tratou de colocar os pingos nos is com relação aos planos da montadora britânica para o Brasil — e eles são os melhores possíveis: muito investimento, lançamentos, carros elétricos e atenção especial com os clientes locais.

Brasil na rota dos lançamentos globais

Uma das preocupações de quem é cliente de marcas premium no país é estar alinhado com o que chega na Europa e em outros mercados. Segundo Dossa, esse ponto é fundamental para a Jaguar Land Rover, que olha para o Brasil como um mercado importante não apenas na América do Sul, mas também em âmbito global.

"Quando nosso cliente viaja ele olha os carros nos países e se pergunta se esse produto poderá ser comprado por ele no Brasil. Se não fizermos isso, não podemos ser considerados uma marca global. O Brasil está na lista dos países mais importantes para nós", disse Dossa.

François Dossa reafirma compromisso da Jaguar Land Rover com os clientes brasileiros (Imagem: Divulgação/Jaguar Land Rover)
François Dossa reafirma compromisso da Jaguar Land Rover com os clientes brasileiros (Imagem: Divulgação/Jaguar Land Rover)

Na prática, a montadora britânica justifica as falas de Dossa. Todos os produtos anunciados pela marca, tanto em Jaguar quanto em Land Rover, estão à venda no Brasil e passam pelo que o executivo chama de "Localização". Todos os carros são pensados para serem vendidos aqui considerando as peculiaridades da praça.

"Não adianta colocarmos aquecedor de bancos e volantes em carros vendidos no Brasil. Temos um público muito interessado em nossos carros e para isso temos que localizar os produtos e nossa fábrica é o grande trunfo para que isso seja feito", explicou Dossa.

Fábrica da montadora britânica no Rio de Janeiro passará por melhorias em breve (Imagem: Divulgação/Jaguar Land Rover)
Fábrica da montadora britânica no Rio de Janeiro passará por melhorias em breve (Imagem: Divulgação/Jaguar Land Rover)

A fábrica em questão é a planta da Jaguar Land Rover em Itatiaia/RJ, de onde saem modelos como o Land Rover Discovery Sport, o carro mais vendido da marca por aqui. Segundo Dossa, a ideia é que mais modelos sejam feitos por aqui, incluindo os elétricos.

Eletrificação total no Brasil

Mesmo com algumas empresas apostando em carros híbridos movidos a etanol, a companhia segue a linha de que compensa sim eletrificar completamente os carros vendidos no Brasil. Segundo a empresa, a Jaguar, por exemplo, será 100% elétrica em dois anos, e a Land Rover deve seguir pelo mesmo caminho antes de 2030.

"Entendemos que algumas empresas optem por apostar no etanol, mas o Brasil tem uma matriz energética limpa e consideramos que o ideal é mesmo trazer os carros 100% elétricos para cá", comentou Dossa, ressaltando que a ideia é de também fabricá-los aqui.

Novos carros da Jaguar Land Rover vão chegar ao Brasil ao mesmo tempo em que outros países (Imagem: Divulgação/Jaguar Land Rover)
Novos carros da Jaguar Land Rover vão chegar ao Brasil ao mesmo tempo em que outros países (Imagem: Divulgação/Jaguar Land Rover)

Para isso, a empresa deve aumentar seus investimentos na fábrica de Itatiaia e realizar algumas adaptações para reduzir a emissão de gases poluentes, meta importante da marca para o futuro não apenas com os carros. Essa estratégia é chamada internamente de "Reimagine".

"A iniciativa Reimagine se encaixa no que chamamos de Modern Luxure (Luxo Moderno), onde menos é mais. É possível levar carros extremamente luxuosos e tecnológicos, mas com design e propostas simples e fáceis", disse Dossa. Esse projeto está ligado diretamente ao que a Jaguar Land Rover apresentou em São Paulo no mês de abril, no que ela chamou de hub de inovação aberta.

Land Rover Defender foi o lançamento mais recente da marca no país (Imagem: Divulgação/ Jaguar Land Rover)
Land Rover Defender foi o lançamento mais recente da marca no país (Imagem: Divulgação/ Jaguar Land Rover)

Esse projeto vai contar com colaborações de startups, scaleups e organizações externas em seis pilares estratégicos identificados como prioridades nas áreas de eletrificação, conectividade, serviços digitais, empresa inteligente, manufatura, cadeia de suprimentos e sustentabilidade.

"O primeiro carro 100% elétrico da Land Rover será lançado em 2024 e a Jaguar, em dois anos, será uma marca 100% elétrica, isso tudo além de diversas mudanças que faremos em nossos escritórios e fábricas, sempre buscando reduzir os níveis de emissão de CO²", disse o executivo.

Serviços a caminho

Parte dessas iniciativas da Jaguar Land Rover tem a ver com serviços, como de Car Sharing e assinaturas de veículos. Segundo Dossa, esses planos estão em desenvolvimento e serão lançados em breve, já com modelos recém-lançados da marca, como o Land Rover Defender e o próprio Discovery.

"Alguns clientes da atual geração não querem mais ter o carro, mas gostariam de usufruir do que ele tem a oferecer. Nós devemos lançar algum serviço de aluguel muito em breve aqui no Brasil.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos