Mercado abrirá em 6 h 16 min

Empresa de games quer comprar jogos antigos para fazer um “museu"

Empresa de games quer compra seus jogos antigos para fazer um “museu” de preservação
Empresa de games quer compra seus jogos antigos para fazer um “museu” de preservação
  • O Embracer Group recentemente incorporou os estúdios ocidentais da Square Enix;

  • A ideia da companhia é preservar a história dos videogames;

  • A empresa já reuniu pelo menos 50.000 jogos.

O Embracer Group, que recentemente incorporou os estúdios ocidentais da Square Enix, incluindo títulos como Tomb Raider, sempre teve o hábito de adquirir várias empresas de jogos . Agora, a companhia de mídia sueca anunciou seus planos de adquirir ainda mais jogos. Não para vender, mas para criar um arquivo com a intenção de salvar e preservar a história dos videogames.

Seu Arquivo de Jogos, com sede em Karlstad, na Suécia, ainda está em formação embrionária, mesmo assim a Embracer já reuniu pelo menos 50.000 jogos, consoles e acessórios e quer catalogar e construir um banco de dados até o final de 2022.

A ideia não é guardar as relíquias dos games para si. Há planos para colaborar com museus e instituições, bem como usar o arquivo para auxiliar pesquisadores e jornalistas.Embora não seja totalmente acessível ao público em geral, a Embracer menciona a abertura de exposições que fornecerão acesso parcial.

'Imagine um lugar onde todos os videogames físicos, consoles e acessórios estejam reunidos no mesmo lugar. E pense no quanto isso pode significar para a cultura dos jogos e permitir a pesquisa de videogames', diz David Boström, CEO do setor de arquivo da empresa

A Embracer está até aberta a pagar quaisquer contribuições feitas pelo público. Ele ainda não tem uma lista definitiva de coisas que precisa, mas se você tiver uma coleção rara ou única de software ou hardware, você pode enviar um e-mail para a Embracer com fotos e quanto você acha que vale a sua coleção.

“No Embracer Games Archive, acreditamos que os jogos carregam uma herança que vale a pena celebrar e proteger para o futuro. Nosso objetivo é claro – queremos arquivar e salvar o máximo possível da indústria de videogames”, finalizou o executivo.