Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.073,55
    -1.356,99 (-1,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.018,91
    +454,64 (+0,83%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,70
    -2,17 (-2,75%)
     
  • OURO

    1.950,70
    +21,20 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    23.734,95
    +795,25 (+3,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    538,70
    +296,03 (+121,98%)
     
  • S&P500

    4.119,21
    +42,61 (+1,05%)
     
  • DOW JONES

    34.092,96
    +6,92 (+0,02%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    -10,59 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.505,25
    +353,25 (+2,91%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5544
    +0,0388 (+0,70%)
     

Confira as próximas capitais a receber 5G

Cidades também serão fornecidas com 5G na faixa de 4,5 gigahertz
Cidades também serão fornecidas com 5G na faixa de 4,5 gigahertz
  • 5G: Decisão foi anunciada pela Anatel nesta segunda-feira (04);

  • Cidades também serão fornecidas com 5G na faixa de 4,5 gigahertz;

  • Gaispi havia pedido um adiamento para implementação da tecnologia até setembro.

Após Brasília, outras quatro capitais receberão a tecnologia 5G, segundo um anúncio feito pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta segunda-feira (04). São elas:

  • Belo Horizonte

  • João Pessoa

  • Porto Alegre

  • São Paulo

Ainda não há datas para a implementação da tecnologia nessas cidades. Em Brasília o 5G começa a funcionar já na quarta-feira.

De acordo com a agência, a decisão por essas cidades foi feita pelo Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 Mhz (Gaispi). Fazem parte do Gaispi, além da Anatel, representantes do Ministério das Comunicações e das empresas vencedoras do leilão da faixa, Claro, TIM e Vivo. O grupo tem como objetivo executar a implementação do 5G da chamada faixa de 3,5 gigahertz, a tida como principal pelos leiloeiros em novembro.

Coordenador do Gaispi, Moisés Moreira, afirmou que a Entidade Administradora de Faixa (EAF) fez os testes necessários no Distrito Federal neste fim de semana para certificar que tudo estava pronto para a ativação do 5G. As operadoras de telefonia também concluirão todas etapas necessárias ainda nesta semana. Moreira também afirmou que a EAF também viu maior viabilidade nas quatro capitais para serem as próximas a receberem a tecnologia do 5G, porém ainda não determinou prazo para que isso acontecesse.

Há cerca de dois meses, o Gaispi havia aconselhado o Conselho Diretor da Anatel a adiar a ativação da rede 5G no país para setembro, por não haver equipamentos suficientes para "limpar a faixa" de 3,5 Ghz. No entanto, Moreira afirmou que a Siga Antenado, entidade criada pelas operadoras de telefonia vencedoras do leilão, Claro, TIM e Vivo, concluíram todas etapas necessárias para executar o 5G na capital brasileira, com a inclusão de filtros para evitar interferências.