Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.560,83
    +362,83 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,88 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,01
    +0,56 (+0,63%)
     
  • OURO

    1.719,70
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    19.929,94
    -182,98 (-0,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,11
    -7,01 (-1,51%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,96 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,85 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    27.311,30
    +190,80 (+0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.502,25
    -39,50 (-0,34%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0960
    -0,0402 (-0,78%)
     

Como fazer a conversão do carro para GNV

Alta da gasolina faz motoristas correrem para o GNV
Alta da gasolina faz motoristas correrem para o GNV
  • Combustível está com um custo-benefício melhor que a gasolina;

  • Conversão para GNV deve ser feita mediante autorização do Detran;

  • É preciso buscar uma oficina certificada para a execução do procedimento.

Com o crescente aumento no preço dos combustíveis, em especial a gasolina que mais impacta no bolso dos brasileiros, muitos motoristas estão realizando a conversão do combustível de seus carros para o GNV, ou gás natural veicular.

De acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas de Gás Canalizado (Abegás), o GNV é um combustível que apresenta uma economia média de 50% do preço da gasolina, sendo entre 44% a 66% mais eficiente que o etanol. Ou seja, possui um custo benefício excelente.

No entanto, antes de se dirigir a uma oficina para fazer a conversão, é preciso se atentar a alguns passos que devem ser realizados antes. Confira abaixo quais são eles.

Solicitar autorização do Detran de seu estado

A troca do tipo de combustível é, obviamente, uma alteração nas características do veículo e, portanto, é necessária a abertura de uma solicitação junto ao Detran de seu estado, o que resulta na emissão de um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV).

Antes de iniciar o processo o cidadão deverá procurar uma unidade do Detran para iniciar o processo. Em alguns estados esses procedimentos podem ser feitos por e-mail com os seguintes documentos:

  • Documento de identificação pessoal do proprietário do veículo;

  • Certificado de Registro de Veículo (CRV) ou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV);

  • Requerimento de autorização prévia para modificação do veículo preenchido.

Fazer uma revisão de segurança

Com o pedido aprovado, o motorista deverá realizar uma verificação no estado geral do veículo e uma revisão do sistema de ignição. Como o motor passa por mudanças para se adaptar a um combustível gasoso, é importante verificar que o sistema de ignição do carro está funcionando corretamente, se não poderá haver problemas como falha de ignição e estouros no coletor de admissão.

Buscar uma oficina certificada

É importante que o motorista busque uma oficina certificada pelo Detran para realizar a alteração de característica. Uma oficina clandestina que não possui pessoas devidamente habilitadas para o serviço pode causar uma série de problemas no carro, pondo em risco a vida do motorista e seus passageiros.

Vistoria do Detran

Após realizado o serviço, o carro deverá ser vistoriado pelo Detran para a emissão do Certificado de Segurança Veicular (CSV). Este documento serve para garantir que o veículo está apto para rodar com segurança, e nele constarão todos os dados da instalação do GNV.