Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.294,68
    +997,55 (+0,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.329,84
    +826,13 (+1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,95
    -0,20 (-0,32%)
     
  • OURO

    1.735,20
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    62.720,14
    -558,00 (-0,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.364,13
    -11,65 (-0,85%)
     
  • S&P500

    4.124,66
    -16,93 (-0,41%)
     
  • DOW JONES

    33.730,89
    +53,62 (+0,16%)
     
  • FTSE

    6.939,58
    +49,09 (+0,71%)
     
  • HANG SENG

    28.694,64
    -206,19 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.707,16
    +86,17 (+0,29%)
     
  • NASDAQ

    13.805,25
    +6,50 (+0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7743
    +0,0014 (+0,02%)
     

Colheita de soja no PR atinge 23%, ainda atrasada; plantio de milho safrinha vai a 28%

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A colheita de soja 2020/21 no Paraná atingia na segunda-feira 23% da área plantada, um avanço de 15 pontos percentuais frente à semana passada, embora o atraso na comparação com as safras anteriores persista, informou o Departamento de Economia Rural (Deral) nesta terça-feira.

No mesmo momento da temporada 2019/20, o Paraná havia colhido 42% da área semeada com a oleaginosa. Considerando os últimos cinco anos, o resultado mais próximo do atual para igual período era o de 2017/18, com 27% dos trabalhos realizados.

Na última quinta-feira, o Deral promoveu um leve ajuste para baixo em sua estimativa para a atual safra de soja paranaense, passando a projetá-la em 20,34 milhões de toneladas, versus 20,39 milhões de toneladas na estimativa de janeiro.

O Estado enfrentou um atraso no plantio, em decorrência de uma seca, e depois viu o excesso de chuvas atrapalhar os trabalhos de colheita. O departamento espera que as próximas semanas tenham clima mais firme para que o produtor possa recuperar o amplo atraso frente às últimas safras.

O Deral disse ainda que 81% das lavouras de soja do Estado têm condição boa, contra 80% na semana anterior. As áreas em situação ruim permaneceram em 3%.

Em relação ao milho, a colheita da safra de verão 2020/21 do Paraná alcançou 46% da área estimada, apurando um avanço semanal de 12 pontos. No mesmo período de 2019/20, os trabalhos atingiam 37% da área.

Já o plantio da "safrinha" de milho avançou para 28% da área projetada, ante 11% na semana anterior e 61% em igual período do ano passado. O atraso acompanha o verificado na safra da soja, uma vez que a semeadura da segunda safra do cereal ocorre logo após a colheita da oleaginosa.

No relatório publicado na última semana, o Deral estimou a primeira safra de milho paranaense em 3,17 milhões de toneladas, enquanto a "safrinha" deve atingir 13,55 milhões de toneladas.

O Paraná é o segundo maior produtor de soja e milho do Brasil, atrás somente de Mato Grosso.

(Por Gabriel Araujo)