Mercado abrirá em 3 h 21 min
  • BOVESPA

    107.249,04
    -1.819,51 (-1,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.078,70
    +352,74 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,66
    +0,20 (+0,28%)
     
  • OURO

    1.803,60
    +2,10 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    17.211,93
    +381,95 (+2,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    405,88
    +11,20 (+2,84%)
     
  • S&P500

    3.963,51
    +29,59 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    33.781,48
    +183,56 (+0,55%)
     
  • FTSE

    7.462,67
    -9,50 (-0,13%)
     
  • HANG SENG

    19.900,87
    +450,64 (+2,32%)
     
  • NIKKEI

    27.901,01
    +326,58 (+1,18%)
     
  • NASDAQ

    11.681,50
    +36,00 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5314
    +0,0308 (+0,56%)
     

As 8 brasileiras na lista de bilionários da Forbes

Luiza Helena Trajano é a quinta mulher mais rica do Brasil com fortuna estima em R$ 6,6 bilhões. Foto: Reprodução/Forbes
Luiza Helena Trajano é a quinta mulher mais rica do Brasil com fortuna estima em R$ 6,6 bilhões. Foto: Reprodução/Forbes
  • Oito brasileiras estão presentes no 36º ranking anual da Forbes de pessoas mais ricas do mundo

  • A lista geral tem 2.668 pessoas de diversas nacionalidades;

  • As oito bilionárias, juntas, somam uma fortuna de U$ 19,1 bilhões (R$ 90,5 bilhões;

Entre os 62 brasileiros presentes no 36º ranking anual da Forbes de pessoas mais ricas do mundo, oito são mulheres. A lista geral tem 2.668 pessoas de diversas nacionalidades, das quais 327 são do sexo feminino. Cofundadoras ou herdeiras de negócios que vão do varejo ao agronegócio, as oito brasileiras, juntas, somam uma fortuna de U$ 19,1 bilhões (R$ 90,5 bilhões). Conheça a seguir as oito mulheres mais ricas do Brasil.

  1. Lucia Maggi

  2. Maria Helena Moraes Scripilliti

  3. Dulce Pugliese de Godoy Bueno

  4. Ana Lucia de Mattos Barreto Villela

  5. Luiza Helena Trajano

  6. Neide Helena de Moraes

  7. Anne Werninghaus

  8. Vera Rechulski Santo Domingo

Lucia Maggi

Lucia Borges Maggi é cofundadora do Grupo André Maggi, também conhecido como Amaggi, um dos maiores produtores brasileiros de soja e outras commodities. Ela cofundou a Amaggi em 1977 com seu marido, André Maggi, que morreu em 2001, quando ela assumiu a chefia do grupo. Hoje, ela atua como membro consultivo do conselho de administração da empresa.

  • Fortuna: US$ 6,9 bilhões (R$ 32,7 bilhões);

  • Fonte da fortuna: Amaggi;

  • Indústria: Agronegócio.

Maria Helena Moraes Scripilliti

Maria Helena Moraes Scripilliti é filha do falecido José Ermírio de Moraes, fundador do Grupo Votorantim, um dos maiores conglomerados do Brasil, do qual ela é herdeira. O Votorantim atua em mais de 20 países nos setores de alumínio, papel e celulose, energia, agronegócio e cimento. O grupo remonta a 1918, quando o pai comprou uma fábrica têxtil em São Paulo. A família ainda controla 100% do negócio e o irmão de Moraes Scripilliti, Ermírio Pereira, também é bilionário.

  • Fortuna: US$ 4,1 bilhões (R$ 19,4 bilhões);

  • Fonte da fortuna: Grupo Votorantim;

  • Indústria: diversificada.

Pugliese de Godoy Bueno

Dulce Pugliese de Godoy Bueno e seu ex-marido Edson de Godoy Bueno, falecido em fevereiro de 2017, fundaram a empresa de seguros de saúde e assistência médica Amil em 1972. Eles se divorciaram posteriormente e ela manteve sua participação de aproximadamente 33% na Amil, que teve IPO em 2007. Pugliese também possui uma participação de 48% na cadeia de laboratórios médicos de capital aberto Dasa. A Amil se tornou a maior companhia de assistência médica da América Latina. Em 2012, a gigante seguradora de saúde dos EUA United Health Group comprou 90% da empresa por US$ 4,9 bilhões em dinheiro.

  • Fortuna: US$ 1,7 bilhões (R$ 8 bilhões);

  • Fonte da fortuna: Amil e Dasa;

  • Indústria: Saúde.

Ana Lucia de Mattos Barreto Villela

A pedagoga Ana Lucia de Mattos Barreto Villela é membro de uma das famílias de banqueiros mais antigas do Brasil. Seu bisavô fundou o banco Itaú, que se fundiu com o Unibanco em 2008 para formar o maior banco privado da América Latina. Ela se tornou acionista do banco em 1982, aos 8 anos, quando seus pais morreram em um acidente de avião. Ana Lúcia Villela é uma das maiores acionistas individuais da Itaúsa, holding do banco, com cerca de 12% das ações ordinárias e 3% das ações preferenciais. Ela também é acionista da Duratex, fabricante brasileira de painéis de madeira e louças sanitárias fundada por seu avô. É fundadora do Instituto Alana, que desenvolve ações para proteção da infância em diversas áreas.

  • Fortuna: US$ 1,6 bilhões (R$ 7,5 bilhões);

  • Fonte da fortuna: Itaú e Duratex;

  • Indústria: Finanças.

Luiza Helena Trajano

Luiza Helena Trajano é presidente do conselho do Magazine Luiza, que tem mais de mil lojas no Brasil e um braço de comércio eletrônico em expansão. Trajano tem pouco mais de 17% da empresa, que hoje é presidida por seu filho. Ela começou como aprendiz aos 18 anos na empresa fundada por sua tia, tornou-se CEO em 1991 e liderou a expansão do Magazine Luiza até que se transformasse no gigante do varejo que é hoje. Esteve à frente do início da expansão para as vendas online, uma parte do negócio que hoje responde por quase 40% do faturamento. Em 2015, passou o cargo de CEO para seu filho, Frederico Trajano. Luiza é uma das criadoras do grupo Mulheres do Brasil que atua em defesa de causas públicas como educação e redução da pobreza.

  • Fortuna: US$ 1,4 bilhões (R$ 6,6 bilhões);

  • Fonte da fortuna: Magazine Luiza;

  • Indústria: Varejo.

Neide Helena de Moraes

Neide Helena de Moraes é herdeira do conglomerado industrial brasileiro Grupo Votorantim. Ela é neta do fundador, José Ermírio de Moraes, e herdou 8% da empresa após a morte de seu pai, José Ermírio de Moraes Filho, em 2001.

  • Fortuna: US$ 1,3 bilhões (R$ 6,1 bilhões)

  • Fonte da fortuna: Grupo Votorantim

  • Indústria: diversos setores

Anne Werninghaus

Anne Marie Werninghaus é a maior acionista individual da WEG, maior fabricante de motores elétricos da América Latina. A empresa foi cofundada por seu avô Geraldo Werninghaus junto com os bilionários Eggon João da Silva e Werner Ricardo Voigt. Werninghaus não trabalha na empresa nem ocupa um cargo no conselho; ela é fundadora da VestesBr, um mercado de moda B2B de curta duração lançado em 2011.

  • Fortuna: US$ 1,1 bilhão (R$ 5,2 bilhões)

  • Fonte da fortuna: WEG

  • Indústria: bens de capital

Vera Rechulski Santo Domingo

Vera Rechulski Santo Domingo é viúva de Julio Mario Santo Domingo Jr., filho do barão da cerveja colombiana Julio Mario Santo Domingo, que morreu em 2009. Ela controla cerca de 11% da holding da família Santo Domingo, sediada em Luxemburgo, por meio da qual detém ações da multinacional de bebidas Anheuser-Busch InBev. A família também possui uma participação na Château Pétrus, uma vinícola francesa perto de Bordeaux, na França, que produz alguns dos vinhos mais caros do mundo.

  • Fortuna: US$ 1 bilhão (R$ 4,7 bilhões)

  • Fonte da fortuna: Santo Domingo

  • Indústria: Bebidas