Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,10 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,43 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    -0,26 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -14,10 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    59.997,92
    -224,53 (-0,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,35 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,00 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,30 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,06 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    +63,25 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7625
    +0,1276 (+1,92%)
     

É seguro usar o Guiabolso? Como conectar seu banco com o app

André Lourenti Magalhães
·5 minuto de leitura

Guiabolso (Android | iOS) é um aplicativo de gerenciamento de finanças pessoais. A plataforma concentra todas as suas contas bancárias e cartões, analisando os gastos e economias para trazer sugestões personalizadas, além de oferecer pagamentos e soluções para investimentos ou empréstimos.

Um dos diferenciais do Guiabolso para outros aplicativos de finanças é a possibilidade de sincronizar as suas contas bancárias. Dessa forma, todas as transações e o extrato bancário são atualizados automaticamente, concentrando os gastos de diferentes contas e cartões no mesmo lugar e trazendo soluções mais rápidas para o planejamento financeiro.

Afinal, o Guiabolso é seguro?

Uma das maiores preocupações entre os usuários do Guiabolso é a questão da segurança de seus dados. Afinal, a proposta do aplicativo é centralizar todas as suas contas bancárias (e cartões de crédito não-associados a contas bancárias) em um só lugar, analisando seu perfil financeiro para lhe orientar a como gastar melhor o seu dinheiro. Para isso, porém, a plataforma solicita acesso às contas bancárias, incluindo senha de acesso.

É natural que muitos internautas fiquem com um pé atrás em relação a esse ponto. Pois bem: o Canaltech analisou detalhadamente as informações disponibilizadas publicamente pelo Guiabolso e, de acordo com a nossa visão, o software pode sim ser considerado seguro. Antes de mais nada, vale ressaltar que não estamos falando de um app novo — o serviço foi lançado em 2015 e passou os últimos seis anos sem incidentes de segurança.

Ademais, na Play Store, o app já foi baixado mais de 10 milhões de vezes, contando com cerca de 80 mil avaliações e com uma nota média de 3.8 pontos (de um máximo de 5.0) na loja do Google. No Reclame Aqui, o suporte prestado aos consumidores é categorizado como “Ótimo”, com uma pontuação de 8.5 de um máximo de 10. Dentre todos esses anos, apenas 241 reclamações foram registradas e absolutamente todas foram respondidas.

E a parte técnica?

Essas estatísticas já demonstram que o Guiabolso é uma empresa séria e preocupada com a satisfação dos clientes. Porém, nos aprofundando na parte técnica da coisa, temos dois pontos que merecem ser explicados a favor do aplicativo:

  • Infraestrutura de segurança: embora o Guiabolso não detalhe publicamente os seus esforços técnicos para identificar e responder incidentes de segurança, ele garante que cumpre com todas as normas de proteção de dados (incluindo a Lei Geral de Proteção de Dados) e adota protocolos de segurança tecnológica de nível bancário;

  • Uso de criptografia: todos os dados que trafegam do seu dispositivo móvel para os servidores do Guiabolso são protegidos por certificados SSL criptográficos de 256 bits, um dos mais avançados disponíveis no mercado. Isso significa que suas informações trafegam na rede de forma cifrada, impedindo que eventuais criminosose atores maliciosos consigam enxergá-las durante o tráfego. A mesma criptografia é usada sob repouso, ou seja, para guardar os dados nos servidores remotos do software, localizados fora do Brasil;

  • Senhas de acesso: conceder a senha de suas contas bancárias pode parecer assustador. Porém, perceba que o Guiabolso solicita apenas a senha de acesso ao internet banking (geralmente de seis dígitos ou uma combinação alfanumérica, o que significa que ele só poderá acessar suas finanças em modo de visualização. A senha que efetivamente usamos para confirmar alguma transação eletrônica ou realizar uma compra com nossos cartões de crédito e débito (quatro dígitos) jamais é informada ao aplicativo.

Também lemos com cautela as políticas de privacidade do Guiabolso para entender como seus dados são utilizados e não detectamos anomalias. Suas informações só são compartilhadas com parceiros autorizados para oferecer serviços como rastreamento de CPF e empréstimos pessoais. Há um email específico (privacidade@guiabolso.com.br) como qual você pode entrar em contato com o encarregado de dados da plataforma para fazer consultas e requisições sobre seus dados pessoais como previsto na LGPD.

Isto posto, podemos concluir que o GuiaBolso é, de fato, um app seguro. Claro, todo sistema computadorizado está suscetível a ataques cibernéticos e incidentes de segurança,mas foi possível constatar que a companhia se esforça ao máximo para mitigar os riscos e eliminar eventuais ameaças cibernéticas.

A seguir, confira como instalar e criar uma conta no aplicativo.

Como criar cadastro no Guiabolso e conectar contas

Passo 1: faça o download do Guiabolso na App Store ou Play Store. Ao abri-lo, toque em "Começar" para criar uma conta;

Abra o Guiabolso em seu celular (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Abra o Guiabolso em seu celular (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 2: em seguida, comece a preencher as informações cadastrais. O app solicita nome, endereço de e-mail, número de celular e senha. Em cada etapa, toque na seta para avançar;

Informe dados para cadastro (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Informe dados para cadastro (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 3: após preencher com os dados, o app solicita a sincronização de contas bancárias. Basta aceitar os termos e tocar em "Avançar". Caso queira tirar dúvidas sobre o procedimento, selecione "Entender melhor";

Avance para a sincronização ou tire dúvidas pelo app (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Avance para a sincronização ou tire dúvidas pelo app (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 4: navegue entre as abas disponíveis para saber mais sobre o processo de sincronização de contas;

Informe-se com textos sobre a função do app (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Informe-se com textos sobre a função do app (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 5: após avançar com a sincronização, pressione o botão "Selecionar banco";

Avance para a conexão de contas (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Avance para a conexão de contas (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 6: escolha uma das instituições financeiras disponíveis. Itaú, Bradesco, Santander, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Nubank, Banco Inter e Original são os bancos aptos ao recurso;

Escolha seu banco (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Escolha seu banco (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 7: uma página do Internet Banking da instituição será exibida. Digite as informações solicitadas e avance;

Faça a sincronização com sua conta bancária (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Faça a sincronização com sua conta bancária (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 8: em seguida, comece a fazer seu planejamento. Insira a renda esperada para o mês atual;

Informe a renda mensal (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Informe a renda mensal (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 9: na tela seguinte, informe os gastos previstos;

Digite o valor esperado para os gastos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Digite o valor esperado para os gastos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 10: o app redirecionará para a tela principal. Nela, é possível visualizar os valores da conta bancária, atualizados a cada movimentação.

Tela principal do Guiabolso (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Tela principal do Guiabolso (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Na home, o usuário ainda tem acesso às informações sobre a renda, gráficos sobre os principais gastos, registro de transações e as opções de realizar pagamentos de boletos ou transferências através da própria plataforma do Guiabolso. Navegando por outras seções, é possível encontrar conteúdo informativo, simulações de empréstimo e outras soluções oferecidas.

*Colaborou Ramon de Souza, redator especialista em segurança digital do Canaltech.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: