Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,23
    +0,66 (+0,60%)
     
  • OURO

    1.824,30
    -0,50 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    20.765,04
    -303,79 (-1,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    452,57
    -9,23 (-2,00%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    12.058,75
    +18,25 (+0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5281
    -0,0160 (-0,29%)
     

Elba, Duda, Fernando e mais famosos na estreia do Arraial da Arara em São Paulo

Um dos mais tradicionais arraiás do Rio de Janeiro pousou em São Paulo. O Arraial da Arara contou com shows de Mariana Aydar, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Duda Beat, Otto e Mestrinho e uma lista de convidados repleta de famosos.

O evento foi realizado na Cidade Matarazzo/Hotel Rosewood São Paulo e levou para a capital uma tradicional festa junina do interior. Cerca de 1500 pessoas curtiram a festa dos mesmos idealizadores do Baile da Arara e da Arara na Avenida, Malu Barretto e Pedro Igor Alcântara.

Os sócios à frente do escritório criativo Arara, celebraram a expansão do evento. “O Arraial da Arara surgiu naturalmente, depois do sucesso do nosso Baile da Arara, e com tantos pedidos dos nossos convidados, decidimos celebrar mais uma data tradicional da cultura popular brasileira”, conta Pedro Igor Alcântara.

A primeira e segunda edição do Arraial da Arara aconteceram no Rio em 2018 e 2019, em uma casa na Gávea, reunindo celebridades, artistas e festeiros de carteirinha ao som de Mariana Aydar, Morais Moreira, Roberta Sá, Fafá de Belém, Maria Gadu, Mart’nalia, entre outros grandes.

“Ao contrário do que muitos pensam, a festa de São João não começou no Nordeste e sim em São Paulo. Nada mais natural do que voltarmos ao berço dessa grande festa brasileira para celebrar a nossa cultura de forma autêntica,” diz a paulistana Malu Barretto.

Segundo o historiador Eduardo Bueno, a primeira grande procissão realizada pelos jesuítas na colina onde a cidade de São Paulo iria nascer, território sagrado para os indígenas, foi dedicada a São João Batista, no dia 24 de julho de 1553. Quando fizeram arder as fogueiras, os portugueses não estavam apenas saudando São João, mas reprisando uma antiga festa pagã da Europa, o solstício de Verão.

“Sempre foi o nosso desejo de realizar o Arraial em São Paulo. Celebrar o Carnaval no Rio e o São João em São Paulo nos permite estar mais próximo do nosso público em ambas cidades que fazem parte da nossa trajetória”, diz Pedro Igor, que morou na cidade durante 15 anos.

Sócia desde 2014, a dupla, que já desenvolveu projetos para marcas globais como Netflix, Instagram e Nike, no próximo mês produz um festival de música de uma marca internacional no Planetário no Rio de Janeiro, um carro alegórico na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo e um lançamento internacional de beleza, além da estreia do Arraial em São Paulo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos