Arena do Pavini
  • O presidente Michel Temer colocou seus ministros à disposição dos partidos da base aliada para esclarecerem dúvidas sobre a reforma da Previdência, proposta que está em discussão no Congresso Nacional. Em reunião na noite de ontem no Palácio da Alvorada, Temer e os parlamentares discutiram estratégias de comunicação e convencimento da sociedade sobre a necessidade da reforma, segundo o líder do PSDB na Câmara, deputado Ricardo Trípoli (SP).

    Segundo Trípoli, alguns partidos solicitaram a presença de ministros nas reuniões de bancadas. Os parlamentares e integrantes do governo, porém, não chegaram a entrar em detalhes sobre os pontos polêmicos da proposta.

    “Você tem uma série de sugestões que vão aparecendo com o tempo durante o processo de discussão. Acho que depois vai ser levada ao governo para saber se está dentro do que o governo pretende fazer para que a gente possa ter um ajuste financeiro no país”, afirmou.

    Explicações dos ministros

    Durante pouco mais de uma hora, os deputados e

    Leia mais »from Temer entra em campo para garantir reforma da Previdência e reúne base em jantar
  • O Índice Bovespa voltou nesta semana para perto dos 70 mil pontos, o maior nível desde 2011, quando o país vivia a ilusão de ter se transformado em uma potência e era o queridinho dos investidores internacionais. Seis anos depois, o Ibovespa está em 69 mil pontos, depois de uma alta acelerada de 66,22% em 12 meses, dos quais 14,65% somente neste mês e meio de 2017.

    A alta da bolsa reflete um cenário externo mais favorável para os países emergentes por conta da valorização das commodities e da expectativa de maior crescimento nos Estados Unidos. Além disso, há uma melhora interna, com avanços na parte fiscal, inflação surpreendendo para baixo e juros com tendência de baixa. Isso provocou um otimismo, que se reflete também no risco-Brasil e no dólar em relação ao real, que voltou para perto de R$ 3,00, um dos menores níveis desde 2015, e nos juros futuros, que estão perto de cair abaixo de 10% ao ano. Mas há problemas ainda sérios em relação ao crescimento do país e o lucro das empresas.

    Leia mais »from “Should I stay or should I go?” Goldman manda vender ações brasileiras e UBS, comprar: o que fazer?
  • Mesmo com o início do carnaval nesta semana, as comissões especiais da Câmara dos Deputados que analisam o mérito das reformas da Previdência e trabalhista vão promover audiências públicas para debater as propostas que tramitam na Casa e também para a votação de requerimentos. Os integrantes do colegiado que analisa a reforma do sistema previdenciário – a proposta de emenda à Constituição (PEC) 287 – terão duas sessões para discutir temas centrais da matéria.

    A primeira audiência está marcada para esta terça-feira (21), às 14 h. Nela serão tratados aspectos relacionados ao Regime Geral da Previdência Social, como alteração no número mínimo de contribuições, informalidade e incentivo à contribuição, fixação da idade mínima, alteração da fórmula de cálculo das aposentadorias e regras de transição.

    Para discutir os temas foram convidados e confirmaram presença os presidentes da União Geral dos Trabalhadores ( UGT), Ricardo Patah; da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB),

    Leia mais »from Reforma da Previdência terá duas sessões e trabalhista, uma esta semana na Câmara
  • Relator promete proposta para reforma da Previdência em um mês

    O relator da comissão especial que analisa a reforma da Previdência na Câmara, deputado Arthur Maia (PPS-BA), disse hoje, na abertura dos trabalhos, que deve entregar seu relatório sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287 no dia 16 de março, daqui a cerca de um mês.

    A partir da apresentação de seu parecer, segundo Maia, os debates serão aprofundados para a votação do texto pela comissão.

    Pelo cronograma de trabalho apresentado pelo relator nesta tarde, a comissão especial fará nove audiências públicas sobre temas ligados à reforma do sistema previdenciário. A primeira está marcada para amanhã (15), com participação do secretário da Previdência, Marcelo Caetano.

    A oitava audiência, prevista para o dia 14 de março, será um seminário internacional, com representantes do governo brasileiro e da Organização Ibero-americana de Seguridade Social, do Banco Mundial, da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (Cepal), além do economista Fabio Giambiagi, especialista em

    Leia mais »from Relator promete proposta para reforma da Previdência em um mês
  • Temer: ministros que forem denunciados na Lava Jato serão afastados

    O presidente Michel Temer disse hoje que ministros que se tornarem réus na Operação Lava Jato serão afastados do cargo. Caso sejam apenas denunciados, desde que por meio de um conjunto de provas que possam ser acolhidas, eles serão afastados provisoriamente.

    “Se houver denúncia, o que significa um conjunto de provas que eventualmente possam conduzir ao seu acolhimento, o ministro que estiver denunciado na Lava Jato será afastado provisoriamente. Depois, se acolhida a denúncia, e aí sim, o ministro se transformar em réu da Lava Jato, o afastamento é definitivo”, disse Temer.

    As declarações vêm no momento em que ações contestam a indicação de Moreira Franco, amigo pessoal e aliado de Temer, para a Secretaria Geral da Previdência, transformada em Ministério. A indicação foi vista não só pela oposição como por diversos setores da sociedade como uma tentativa do presidente de dar foro privilegiado ao amigo. O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu explicações a

    Leia mais »from Temer: ministros que forem denunciados na Lava Jato serão afastados
  • O presidente Michel Temer indicou nesta segunda-feira (6) o atual ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). O anúncio foi feito há pouco pelo Palácio do Planalto por meio do porta-voz da Presidência, Alexandre Parola.

    Com a indicação, Moraes é o nome do governo para substituir o ministro Teori Zavascki, que morreu em um acidente aéreo em Paraty (RJ) no último dia 19 de janeiro. Para assumir a vaga, ele precisa antes ser sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e, depois, aprovado pelos senadores.

    Escolha polêmica

    Ao escolher Moraes, Temer ignora uma onda de críticas de setores mais progressistas e até de conservadores contra o ministro, que se agravaram no episódio da crise da revolta dos presídios. Moraes foi capa da revista Época, que questionava seu preparo para enfrentar os massacres de presos e o crime organizado. Foi alvo também de reportagem da revista Veja e de editoriais de vários jornais, todos

    Leia mais »from Temer ignora críticas e indica Alexandre de Moraes para o Supremo no lugar de Teori
  • Artigo: as alternativas para você planejar a sua aposentadoria

    Antes de entrar no mérito das alternativas da aposentadoria, considero necessário contextualizar o assunto dentro de um espectro mais amplo que é o planejamento financeiro pessoal, onde um dos objetivos é a construção da independência financeira.

    O ciclo de Renda do brasileiro acontece de duas formas: (I) Renda do Trabalho e (II) Outras Rendas.

    (I) Renda do Trabalho: Enquanto trabalhamos geramos a renda para manutenção familiar, construção de patrimônio, etc. No decorrer deste tempo é fundamental que parte desta renda seja destinada a construção de uma reserva para complementação de renda futura, para garantir o padrão de vida.

    Eu diria que mais importante que investir muito, é investir sempre.

    (II) Outras rendas: Em algum momento no futuro as pessoas param de gerar renda do trabalho e dependerão muito de outras rendas, dentre elas estão: alugueis, dividendos, previdência social, previdência privada e renda de investimentos.

    A cada dia fica mais evidente que depender apenas da previdência

    Leia mais »from Artigo: as alternativas para você planejar a sua aposentadoria
  • Abrapp: sem mudanças, fundos de pensão acabam em 2034

    O sistema de fundos de previdência fechada, os fundos de pensão, está estagnado, sem gente nova entrando e o número de beneficiários crescendo, e precisa se reinventar, sob o risco de acabar até 2034, quando acabam os compromissos atuais, afirma Luis Ricardo Martins, recém-eleito presidente da Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp). Segundo ele, o sistema é sólido, tem mais de R$ 700 bilhões em reservas e paga R$ 34 bilhões em benefícios por ano para 700 mil aposentados e suas famílias. Mas, sem um plano que adapte o sistema aos novos tempos, que atraia mais empresas e jovens, a tendência é a previdência privada diminuir.

    O novo presidente da Abrapp pretende focar seus esforços em quatro prioridades. Uma é o fomento, com um plano nacional que incentive a previdência privada. A segunda é a desburocratização , que torne mais simples os fundos, bem como seu registro e fiscalização. O terceiro ponto é a governança, que deve melhorar com o Código de

    Leia mais »from Abrapp: sem mudanças, fundos de pensão acabam em 2034
  • Os primeiros tiros do novo presidente Donald Trump, em seu estilo “cowboy”, de construir um muro na fronteira com o México, podem acabar atingindo seu próprio pé. Trump anunciou ontem a construção do muro, exigindo ainda que os mexicanos paguem pela obra, de custo estimado em US$ 15 bilhões. Uma clara bravata, já que ele não pode obrigar o governo do México a aceitar isso mesmo com todos os botões nucleares do mundo.

    Como alternativa, Trump ameaça os hoje aliados comerciais com a criação de um imposto de importação de 20% sobre os produtos mexicanos. Na prática, porém, quem pagará esse imposto não são os mexicanos, mas os cidadãos americanos, que arcarão com custos mais altos para adquirir os produtos do país vizinho, observa o ex-presidente do Banco Central (BC) Gustavo Loyola, sócio da Tendências Consultoria, em usa conta no Facebook.

    Sugestão de leitura Empiricus: Como escolher o melhor fundo de investimentos

    Exterminador do guacamole

    A tributação deve atingir produtos alimentícios

    Leia mais »from Tiros no pé do cowboy: Trump beneficiará cimenteira mexicana e elevará custos para americanos
  • A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia,  autorizou os juízes auxiliares do ministro Teori Zavascki a retomarem a partir de hoje (24) os procedimentos formais para que as delações de executivos da empreiteira Odebrecht sejam homologadas, no âmbito da Operação Lava Jato.

    O ministro Teori Zavascki, que morreu em um acidente de avião na última quinta-feira (19) e era o relator da Lava Jato no STF, trabalhava durante o recesso nas 77 delações da Odebrecht que se encontram em seu gabinete e estavam prestes a ser homologadas, isto é, a serem validadas como prova.

    Teori já havia autorizado que seus juízes auxiliares começassem, esta semana, a ouvir os delatores para saber se eles prestaram de livre e espontânea vontade as informações que constam nos mais de 800 depoimentos colhidos pelo Ministério Público Federal (MPF). Esta é uma etapa formal do processo.

    A ministra Cármen Lúcia passou boa parta de tarde de ontem (24) no gabinete de Teori Zavascki, onde conversou com os

    Leia mais »from Cármen Lúcia autoriza juízes auxiliares a retomarem processos da Lava Jato

Paginação

(807 histórias)